agencia

Notícias

Terça-feira, 07/08/2018 - 15h23

Prefeitura de São Luís reforça combate ao Aedes aegypti em ação conjunta na região metropolitana

Ação integrada envolve a Secretaria de Estado da Saúde, Agência Metropolitana e os municípios de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa; iniciativa fortalece o trabalho que já vem sendo colocado em prática pela gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Agentes de saúde de São Luís durante vistoria em residência no bairro Cohatrac

Uma força-tarefa composta pela Prefeitura de São Luís, a Secretaria de Estado da Saúde e Agência Metropolitana e os municípios de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa entrou em ação esta semana no combate ao Aedes aegypti na região metropolitana da Ilha. As atividades começaram nesta segunda-feira (6) e o objetivo é intensificar o combate ao inseto vetor da dengue, zika vírus e febre chikungunya nos quatro municípios. A ação tem como tema "Vencer o Aedes é um trabalho em equipe: junte-se a essa batalha".

A ação, que soma-se ao trabalho que vem sendo realizado nesta área pela gestão do prefeito Edivaldo, tem o envolvimento da Secretaria Municipal de Saúde, do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) e o Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís. O Dia D da ação será sábado (11), na Praça Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac II, quando serão intensificadas as ações educativas de conscientização popular sobre o problema e os trabalhos de limpeza urbana nas áreas contempladas.

Durante o Dia D, também serão realizadas ações de saúde preventiva, com oferta de consultas médicas e odontológicas, vacinação humana e animal, aferição de pressão arterial, testagens rápidas, exames laboratriais, preventivos ginecológicos, entre outras ações nas áreas social, da saúde, cultura, entre outras. Com a realização do mutirão, a meta é inspecionar cerca de 10 mil domicílios nos bairros que integram a ação na capital maranhense e aproximadamente cinco mil imóveis do município ribamarense.

Entre as atividades do mutirão, estão as visitas domiciliares. A ação dos agentes de saúde consiste no trabalho de inspeção dos imóveis, com atenção especial aos recipientes que acumulam água; identificação dos possíveis criadouros do mosquito e aplicação de larvicidas para a eliminação dos focos do inseto; e orientações sobre as condutas preventivas. O trabalho contempla ainda o serviço de nebulização espacial feito pelo carro fumacê, nas áreas abrangidas pelo mutirão.

O secretário municipal de Saúde de São Luís, Lula Fylho, destaca o esforço conjunto entre os municípios da Região Metropolitana de São Luís, no combate ao Aedes aegypti, nas áreas limítrofes da Ilha. "O mosquito não sabe o que é divisa territorial. Por isso precisamos agir conjuntamente e trabalhar em parceria com outros municípios vizinhos, para combatermos esse problema em benefício das nossas populações", observou Lula Fylho, acrescentando ainda que São Luís faz a sua parte realizando constantemente ações de combate à proliferação do inseto.

A coordenadora do Programa Estadual de Prevenção e Controle de Arboviroses, Josineide Matos, reforçou o objetivo da ação conjunta. "Essa é uma ação planejada com base no resultado do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), por meio do qual identificamos alto índice de infestação nos bairros limítrofes. Nosso principal objetivo é sensibilizar a população, e a visita dos agentes, bem como a retirada de bagulhos volumosos realizada pela Prefeitura de São Luís contribui bastante para este fim", disse.

Uma das residências a receber a visita dos agentes de endemias nesta segunda-feira (6), no Cohatrac IV, foi a da aposentada Maria da Conceição Santos Mendes. "Eu acho muito importante a inspeção profissional em nossas casas. Eu sempre recebo os agentes porque sei que eles fazem um trabalho essencial de orientação e verificação sanitária no combate à dengue", relatou ela.

Estudante Juliana Magalhães elogiou ação de combate à dengue na Região Metropolitana de São Luís

A casa da universitária Juliana Magalhães, 23 anos, também recebeu a visita dos agentes. Todas as falhas de condutas identificadas na residência durante a vistoria foram apresentadas aos moradores, com a orientação dos agentes sobre como proceder em casa caso. A moradora considerou importante o serviço realizado em sua casa. "Por mais que sejamos esclarecidos e tenhamos o cuidado de fazer os procedimentos corretamente para evitar a proliferação do mosquito, considero importante o trabalho in loco feito pelos agentes, pois eles são profissionais da área e sabem como aconselhar melhor a população", observou Juliana.

COMBATE

Em São Luís, o mutirão é desenvolvido de forma articulada entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), o Comitê Gestor de Limpeza Urbana e o Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur). As ações de limpeza urbana e demais atividades voltadas ao combate do mosquito Aedes aegypti nos bairros pertencentes a São José de Ribamar, contemplados pelo mutirão, serão realizadas pela Prefeitura Municipal local, sob a coordenação dos órgãos envolvidos daquele município.

O coordenador do Programa de Combate às Arboviroses em São Luís, Pedro Tavares, pontuou o trabalho realizado pela Prefeitura. "Identificamos os pontos de maior incidência do problema e estamos intensificando o trabalho de campo nesses locais, para combatermos o mosquito exatamente nessas áreas mais suscetíveis, focando sempre nas visitas domiciliares, na conscientização da população, na limpeza urbana, entre outras ações realizadas com propósito de baixarmos em toda a cidade o índice de infestação do mosquito", afirmou Pedro Tavares.

LIMPEZA

A programação do Comitê Gestor de Limpeza Urbana inicia nesta terça-feira (7), contemplando serviços de capina e roçagem das ruas do entorno do Cohatrac I, Cohatrac III, Cohatrac IV, Itapiracó e Residencial Primavera. Além disso, no sábado (11), as caçambas do bota fora circularão pelo bairro recolhendo móveis e eletrodomésticos sem utilidade, restos de entulho, poda e capina domésticas e outros entulhos. O Cidadão Limpeza também estará na ação, conversando com a população sobre o descarte ambientalmente adequado do lixo domiciliar e o uso dos Ecopontos.

As ações de limpeza urbana e demais atividades voltadas ao combate do mosquito Aedes aegypti nos bairros pertencentes tanto a São José de Ribamar, município parceiro nessa primeira etapa, como Raposa e Paço do Lumiar serão realizadas pelas Prefeituras Municipais locais.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca a importância do combate ao mosquito em São Luís. "As ações desta nova edição do mutirão serão a continuidade da campanha iniciada no Vinhais, em abril, e que está sendo realizada em diversos bairros de São Luís para coibir a proliferação do mosquito. É uma ação importante para garantir a saúde pública na nossa cidade", afirmou.

Também serão realizadas durante a semana palestras educativas nas escolas públicas dos municípios envolvidos, com temas voltados ao combate à proliferação do Aedes aegypti. Entre as escolas a receber as atividades educativas estão a U.E.B. Primavera (Residencial Primavera), Barjonjas Lobão (Cohatrac III), Escolinha Santa Cecília (Cohatrac III), Comecinho de Vida (Cohatrac VI), Instituto Karina (Residencial Primavera), Colégio Atenas (Cohabiano), Fundação Gersyka Emmel (Cohabinao), Creche Nova Aurora (Cohabiano), E. M. Miguel Duailibe (Trizidela), Centro Comunitário Shalom (Conjunto Itaguará) Colégio Santo Expedito (Jardim Araçagy).

PAISAGISMO

A Prefeitura de São Luís também está levando serviços paisagísticos às avenidas, rotatórias, praças, áreas de vivência do Cohatrac. No local estão sendo executados serviços de poda de árvores, supressão de galhos e árvores mortas, remoção de erva daninha, capina e roçagem além de levantamento técnico dos exemplares que apresentam alterações.

Principal corredor de passagem do Círio de Nazaré, um dos maiores festejos religiosos da cidade, a Avenida Leste Oeste e também a Avenida Cinco, que liga a Cohab ao Cohatrac estão recebendo, desde sexta-feira (3), serviços paisagísticos realizados por meio do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur). O presidente do Impur, Fábio Henrique Carvalho, destaca o volume de serviços na área. "Estamos com uma rotina muito intensa de serviços e a determinação do prefeito Edivaldo é que as necessidades das comunidades sejam levantadas, executadas e concluídas em sua totalidade. Somente no Cohatrac estenderemos os trabalhos a cerca de 2,5 quilômetros", garantiu o secretário.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem