agencia

Notícias

Quarta-feira, 22/08/2018 - 15h14

Gestão do prefeito Edivaldo entrega chaves de casa própria para mais 540 famílias na capital

A redução do déficit habitacional tem sido uma das prioridades da gestão do prefeito Edivaldo que contabiliza a entrega de mais de 15.500 moradias beneficiando cerca de 58 mil pessoas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

 

Iara Vieira, que tem dois filhos, foi uma das contempladas com imóvel no Residencial Eco TajaçuabaA Prefeitura de São Luís entregou, nesta quarta-feira (22), as chaves de 540 unidades do Residencial Eco Tajaçuaba, na Santa Bárbara. A iniciativa torna realidade o sonho da casa própria para centenas de pessoas contempladas pelos imóveis do programa federal 'Minha Casa, Minha Vida' - ente financeiro Banco do Brasil. Com mais estas unidades, a gestão do prefeito Edivaldo ultrapassa o número de 15.500 imóveis entregues, beneficiando mais de 58 mil pessoas. Mais 6.500 unidades habitacionais estão em fase de construção. A entrega faz parte da programação do aniversário dos 406 anos de fundação de São Luís, celebrados dia 8 de setembro.

"A cada empreendimento entregue proporcionamos dignidade e mais qualidade de vida a centenas de pessoas, além de contribuir para a redução do déficit habitacional em São Luís. Ter a própria casa é um sonho acalentado por milhares de pessoas, fator primordial de bem-estar e segurança para suas famílias. E é isso o que temos feito: concretizado o sonho de milhares de pessoas, porque sabemos a importância que é ter um lar para viver dignamente", afirmou o prefeito Edivaldo acrescentando que a cada entrega a Prefeitura amplia o universo de pessoas que saem do aluguel. Das 540 moradias entregues, 300 foram para famílias de Aluguel Social.

Segundo o secretário municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh), Mádison Leonardo Andrade, é continuo o trabalho realizado pela gestão do prefeito Edivaldo no intuito de beneficiar cada vez mais famílias com a casa própria. "Temos empreendido grande esforço nesse sentido, atendendo da melhor possível os prazos previstos, para tornar realidade esse grande anseio da população. Outros seis mil imóveis do 'Minha Casa, Minha Vida' estão para ser entregues. Para isso, fizemos um novo cadastramento para permitir que mais famílias se inscrevam para participar dos próximos sorteios de moradias subsidiadas pelo programa habitacional na capital", frisou Mádison Leonardo Andrade.

RESIDENCIAL

A estrutura do Residencial Eco Tajaçuaba possui mil casas no modelo conjugadas, composto por sala, dois quartos, cozinha, banheiro e lavanderia, construída em área de 44 metros quadrados. O residencial possui ainda uma praça, um Centro Comunitário para atividades diversas, uma Estação de Tratamento de Água (ETA) e uma quadra poliesportiva. Os contemplados são pessoas em situação de vulnerabilidade social, constantes na lista ativa do Aluguel Social, além de cadastrados no programa habitacional.

Só nesta etapa de entrega das unidades do Residencial Eco Tajaçuaba, 300 imóveis foram disponibilizados a famílias beneficiárias do Aluguel Social, assistência à moradia concedida temporariamente a pessoas em situação de vulnerabilidade social e que atendam aos pré-requisitos da ação.

A vendedora ambulante Tereza Raquel Furtado, 41 anos, dois filhos pequenos, é uma das pessoas oriundas do aluguel contempladas com um imóvel do Eco Tajaçuaba. "Eu agora vou ter a paz que sempre sonhei para viver com meus filhos. Busquei ajuda porque vivia em uma situação de violência doméstica e não tinha para onde ir com minhas crianças. Fui atendida e agora estou aqui recebendo a minha casa própria. Felicidade é pouco para definir o que sinto, talvez o termo certo seja liberdade", relatou ela.

As lágrimas no rosto da aposentada Alaídes Esteba Mafra, 78 anos, justificava a emoção de estar conquistando, pela primeira vez em quase oito décadas de vida, o sonho da casa própria. Emocionada, dona Alaídes, ao lado filha Karla e da netinha Raquel, relata a felicidade do momento. "Só nós sabemos pelo que já passamos para chegar até aqui e o valor desse instante para nós. Estamos há anos perambulando por casas de um e outro parente, a quem somos muito gratas, mas nada é mais dignificante que viver em nosso próprio lar. Agora é só felicidade, porque eu, minha filha e minha neta seremos muito felizes aqui", comentou a aposentada.

A casa própria representa também vida nova para a dona de casa Jordana Lima Pacheco, 28 anos. "Para quem morava em palafita como eu, receber um imóvel lindo desse é uma verdadeira dádiva. Vou deixar para trás todo o sofrimento que é viver sem qualquer estrutura e aproveitar o máximo minha nova casa com meu marido e meus dois filhos", comentou ela.

O mesmo sentimento de encantamento é vivenciado pela comerciária Iara Vieira da Silva, 28 anos e dois filhos menores, que também passou por situação similar de viver agregada em casa de parentes e amigos. "Sonhei tanto com esse momento que às vezes custo a acreditar. O que para uns não passa de um imóvel, para mim é tudo o que sempre sonhei na vida: ter um teto para viver com meus filhos", concluiu ela.

ENTREGAS

A entrega das chaves às 540 famílias beneficiadas com as casas do Residencial Eco Tajaçuaba iniciou-se nesta quarta-feira (22), após passarem pelo procedimento de vistoria do imóvel, que é uma exigência protocolar para que o futuro morador faça a verificação da estrutura e do acabamento das habitações que vão receber e constate que estão conforme o projeto.

No local, também será dado início ao Trabalho Técnico-Social aos cidadãos contemplados pelas unidades. A ação consiste na realização de capacitações para aprimoramento profissional, estímulo ao empreendedorismo e mais oportunidade no campo de trabalho. "Com esta ação, nós ofertamos aos moradores a realização de cursos e oficinas profissionalizantes, oportunizando a possibilidade de terem um ganho extra para ajudar no sustento de suas famílias", disse o secretário Mádison Leonardo.

MINHA CASA, MINHA VIDA

As unidades habitacionais do 'Minha Casa, Minha Vida', em São Luís, estão distribuídas em cerca de 10 conjuntos residenciais localizados em áreas como Maracanã, Santa Bárbara, Piancó, Ribeira, Vila Maranhão, Tajaçuaba, entre outras regiões da capital. O empreendimento é destinado a famílias com renda mensal de até R$ 1.800,00. As residências possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

Cada empreendimento do programa 'Minha Casa, Minha Vida' em São Luís reserva ainda cerca de 3% a 5% das moradias para pessoas residentes em áreas de risco, desabrigadas ou que sejam beneficiárias do Aluguel Social. Os moradores dos residenciais têm, ainda, a oportunidade de se capacitar e aumentar a renda familiar com as ações do Trabalho Técnico-Social, programa executado como parte do projeto, que disponibiliza cursos, oficinas, ações sociais e palestras educativas.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem