agencia

Notícias

Quinta-feira, 30/08/2018 - 18h20

Painel Comunitário em escola da rede municipal apresenta resultado de programa de inclusão

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Alunos expuseram seus trabalhos durante o painelOs resultados do programa Tendas do Saber, realizado pelo Instituto Alcoa/Alumar em parceria com a Prefeitura de São Luís por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), foram apresentados durante o 1º Painel Comunitário da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Zebina Eugênia Costa, que ocorreu esta semana. O programa vem promovendo a inclusão social e digital no ambiente escolar e na comunidade Tibirizinho. Encenações artísticas e exposições compuseram o painel.

A secretária Adjunta de Ensino (SAE) da Semed, Maria de Jesus Gaspar Leite, que na ocasião representou o titular da pasta, Moacir Feitosa, falou da importância de parceiros como o Instituto Alcoa/Alumar. "Os projetos que temos realizado em parceria com essas instituições têm contribuído para a formação dos nossos estudantes e também dos professores, bem como para o crescimento de crianças e adolescentes enquanto cidadãos. Vemos o lindo resultado do programa Tendas do Saber, que só nos orgulha e nos alegra enquanto educadores", discorreu Maria de Jesus Gaspar Leite.

O diretor da Alumar, Helder Teixeira, presente ao evento, destacou a preocupação maior da empresa com a perpetuação das ações do projeto. "Quando pensamos em um projeto de grande alcance social, nossa preocupação maior é que ele tenha continuidade mesmo depois de encerrado. Por isso, estar aqui hoje com os nossos parceiros é muito animador, pois vemos que os nossos investimentos estão tendo retorno. O Tendas do Saber é uma mostra disso", assegurou Helder Teixeira, que também estava acompanhado do Conselho Consultivo da Alcoa.

Fausto Cruz, presidente do Instituto Alcoa, credita a expertise de cada um dos parceiros o sucesso do projeto Tendas do Saber. "Quando as parcerias são fortes, o resultado sempre é impressionante", assinala. A gestora geral da U.E.B. Zebina Eugênia Costa, Maria Francisca Araújo, disse que a contribuição de cada um dos parceiros foi fundamental para o êxito do projeto. "Agradeço a Deus e cada um de vocês por estarem aqui hoje, parceiros e representantes da comunidade, sem os quais não estaríamos mostrando tantos resultados positivos deste projeto", discursou.

A professora do 2º ano na U.E.B. Zebina Eugênia e também coordenadora do Tendas, Helena Paula Menezes de Oliveira, conta que já foram realizadas oficinas de esporte, canto coral, teatro e de letramento em Português e Matemática, além de jogos educativos, horta escolar e as formações específicas para inclusão social e digital. Explica que entre 2014 e 2106 foi o prazo oficial de execução do programa, com oficina inclusive de produção de bolsas de palha de buriti para 30 mães da comunidade Tibirizinho, muitas das quais continuam a produzir os acessórios para geração de renda familiar extra.

"As ações do Projeto Tendas tiveram continuidade mesmo com a finalização do prazo legal de execução, impactando estudantes, professores e toda a comunidade escolar. Hoje, continuamos com os trabalhos de inclusão social e digital dentro da escola, com formação para alunos e professores no laboratório de informática; temos também em funcionamento a horta escolar, fruto do projeto; e ainda algumas mães de estudantes produzindo bolsas para complementar o sustento da família. Estamos muito satisfeitos com os resultados do projeto, pois conseguimos não só alcançar nossos objetivos, como ultrapassamos a meta de 1.310 crianças, jovens e adultos atendidos diretamente; chegando a duas mil pessoas impactadas diretamente", esclareceu Helena Paula.

A adolescente Yngrid Victória Maciel Santos, de 12 anos (6º ano), participou da oficina de teatro e da horta escolar. Ela e outros estudantes fizeram uma apresentação teatral durante a realização do 1º Painel Comunitário. Outro grupo de estudantes apresentou uma música coreografada, fruto da oficina de canto coral. "Aprendi muitas coisas boas durante o programa, às quais me ajudaram no meu desenvolvimento", conta Yngrid, que também ajudou na pintura e decoração da escola para o evento.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem