agencia

Notícias

Sexta-feira, 31/08/2018 - 15h13

Prefeitura abre mais uma vez postos no sábado para vacinação contra sarampo e poliomielite

Público-alvo pode comparecer aos postos do município pela manhã, das 8h às 12h; por orientação do prefeito Edivaldo equipes de vacinação volantes estarão também nos shoppings São Luís, Rio Anil e da Ilha, das 15h às 19h; este sábado é último dia da campanha

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Equipes estarão imunizando público-alvo da campanha nos postos de saúde e em shoppings da capitalTodos os 63 postos de vacinação da rede de saúde da Prefeitura de São Luís voltam a abrir neste sábado (1º) para receber as crianças de um ano a menores de cinco anos que ainda não estejam imunizadas contra o sarampo e a poliomielite, em mais um dia Dia D de mobilização contra essas doenças. Por orientação do prefeito Edivaldo as Unidades Básicas de Saúde municipais estarão abertas pela manhã, das 8h às 12h, para receber o público-alvo da campanha nacional. Ainda como estratégia para imunizar o máximo de crianças, a Semus vai disponibilizar também equipes de vacinação volantes nos shoppings São Luís, Rio Anil e da Ilha, no horário das 15h às 19h do sábado (1º), último dia da campanha. A ação é realizada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

A mobilização deste sábado, idealizada com o intuito de massificar a vacinação na cidade, vem reforçar as estratégias desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo para proteger a população. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, faz um chamamento à população para que levem aos postos, neste sábado, suas crianças na faixa etária estipulada pelo Ministério da Saúde, que, devido à baixa adesão à campanha verificada em alguns estados brasileiros, prorrogou por mais um dia a Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo, que seria encerrada na sexta-feira (31).

"A Prefeitura de São Luís não tem medido esforços para vacinar nossas crianças. Mais do que atingir a meta, a preocupação é com a imunização de nossa população para protegê-la contra essas doenças que matam ou causam sequelas irreversíveis. Para isso, temos intensificado o trabalho em diversas frentes de atuação: levamos equipes volantes para vacinar em áreas de difícil acesso; vacinamos em escolas e creches; fomos a feiras, igrejas, enfim, desenvolvemos uma série de ações durante a semana e aos sábados também", afirmou Lula Fylho.

Entre as ações promovidas pela gestão do prefeito Edivaldo para que a capital alcance a meta estão o aumento da quantidade de salas de imunização com a disponibilização do serviço em alguns locais públicos, reforçando, desta forma, a estratégia colocada em prática deste o início da campanha que começou na capital 15 dias antes da mobilização nacional. A Prefeitura realizou, ainda, o Dia D Municipal de Vacinação e participou do Dia D Nacional da mobilização.

Em São Luís, a população a ser imunizada é de 61.080 crianças, na faixa etária de um ano a menores de cinco. Destas, 95% deverão ser vacinadas. Dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) mostram que a cobertura vacinal contra a pólio na capital está em cerca de 68%, e contra o sarampo, em mais de 66%.

SAIBA MAIS

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave, que pode causar sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores. A vacina contra a pólio é oral (gotinhas), e protege contra os três poliovírus (1, 2 e 3).

O sarampo é uma doença viral aguda grave e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. A única forma de prevenção é por meio da vacina.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem