agencia

Notícias

Quinta-feira, 06/09/2018 - 10h46

Prefeitura inicia programação cultural dos 406 anos de São Luís com Show Vibrações Positivas

O show, além de celebrar o Dia Municipal do Regueiro, abriu oficialmente a programação cultural em comemoração ao aniversário da cidade

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A comemoração do Dia Municipal do Regueiro abriu oficialmente a programação cultural da Prefeitura de São Luís para o aniversário da cidade

A Praça Nauro Machado ficou pequena para o público que foi prestigiar o Show Vibrações Positivas que, além de celebrar o Dia Municipal do Regueiro, abriu oficialmente a programação cultural da Prefeitura de São Luís em comemoração aos 406 anos da Ilha dos Amores. Organizado pela Comissão Integrada do Reggae e Turismo, o evento aconteceu na última quarta-feira (5), no Centro Histórico da capital maranhense.

Presente na abertura do "Vibrações Positivas", o secretário municipal de cultura, Marlon Botão, lembrou que o show já faz parte do calendário cultural de São Luís e já se tornou referência entre os fãs do ritmo, que tem origem na Jamaica. "É um momento ímpar, onde se enaltece a cultura da nossa cidade e se exalta sua história brilhante ao longo dos 406 anos de sua fundação", destacou.

O evento contou com a apresentação de 20 atrações. Integrante da Comissão Integrada do Reggae e Turismo, Cláudio Adão, que também coordena o Grupo de Danças Afro Malungos (GDAM), falou sobre o importante apoio da prefeitura para a realização do show. "A parceria entre o poder público e a nossa iniciativa foi fundamental para que os regueiros de São Luís pudessem celebrar esse dia. A massa regueira só tem a dizer muito obrigado ao prefeito Edivaldo pelo apoio e estrutura concedidos para essa festa maravilhosa", afirmou.

Passaram pelo palco da Nauro Machado o cantor Alex Muller, DJ Girleno (A Lenda Brother), DJ Junior Black, banda Barba Branca e Garotinhos Beleza, Star Disco e Clube Do Vinil, banda Guetos e Batan Passos, DJ Jorge Black, DJ Marcus Vinicius, Banda Filhos De Jah e Gdam, além dos cantores Levi James, Luís Guerreiro e Célia Sampaio, DJ Ademar Danilo, banda Capital Roots e Saint Louis, e Naty Nayfson.

Uma das atrações de destaque nas apresentações foi o Garotinhos Beleza, grupo de cultura afro voltado ao reggae. Os integrantes são crianças na faixa etária dos seis aos 12 anos, moradores do bairro do São Francisco. Um dos fundadores é Garotinho Beleza, que explica que além dos passos cadenciados do ritmo, os meninos e meninas também tem atividades voltadas à educação e cultura. "Levamos muito a sério o que fazemos, por isso exigimos boas notas e bom comportamento aos participantes", diz o responsável.

O estudante universitário Rodrigo Meirelles dos Santos disse que já participa do show há mais quatro anos. "Gosto muito do reggae. E esse é um momento para extravasar minha predileção. Conheço os repertórios das bandas e curto bastante a programação, acho que tem tudo a ver com o aniversário de São Luís. É uma homenagem maravilhosa para essa capital chamada de Jamaica Brasileira", declarou.

Além das bandas, Dj's e grupos de danças, o show na Praça Nauro Machado também contou com a presença de representantes da cadeia produtiva do Reggae, que comercializaram produtos de beleza, roupas e tranças para embelezar o público presente. "Sempre temos boas expectativas com as vendas de nossas camisas estilizadas e com motivos do Movimento", declarou Romário Martins Avelar, um dos artesãos que faz parte da cadeia produtiva.

Leila Márcia da Silva Sousa, do Trancistas SLZ, conta que já participa do 'Vibrações Positivas' pela terceira vez consecutiva. "Somos seis pessoas para atender a demanda das pessoas que nos procuram durante o show. Fazemos tranças, peteados afros, damos dicas de beleza e cuidado", informou.

DIA DO REGUEIRO

O Dia Municipal do Regueiro é comemorado no dia 5 de setembro, como foi instituído pela Lei Nº 4.102 de outubro de 2002. O Show Vibrações Positivas é realizados há 12 anos pela Comissão Integrada do Reggae e Turismo que é formada por 14 representantes dos vários segmentos da cadeia produtiva do Movimento Reggae.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem