agencia

Notícias

Sábado, 15/09/2018 - 10h04

Prefeitura e Acimavil capacitam jovens da região do Olho d'Água por meio do programa Oportunizar

Edição de 2018 do programa formará 60 pessoas dos bairros Divineia, Sol e Mar, e Vila Luizão em ação que integra a política de Assistência Social da gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Serão oferecidos diversos cursos profissionalizantes durante o programa OportunizarA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), iniciou na sexta-feira (14), em parceria com a Associação Comercial, Industrial e de Serviços dos Bairros Divineia, Sol e Mar, e Vila Luizão (Acimavil), a edição 2018 do programa Oportunizar, ação que integra a política de Assistência Social da gestão do prefeito Edivaldo. O programa irá capacitar 60 jovens da comunidade, entre 19 e 40 anos, nos cursos de Operador de Caixa, Informática e Produção de Doces e Salgados.

"Nós estamos muito felizes com o início do Oportunizar 2018. A iniciativa, além de qualificar profissionalmente jovens na perspectiva de inserção no mercado de trabalho e geração de renda, desenvolverá uma ação chamada Plano de Vida, que os ajudará a pensar ou repensar seus projetos, estudos, carreiras, etc. Isso reforça o compromisso que a gestão do prefeito Edivaldo tem com as pessoas", comemorou a secretária adjunta de Gestão da Semcas, Nazareth Garcez.

Para marcar o começo das atividades, foi realizada uma aula inaugural no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da região do Turu com o objetivo de explicar a dinâmica das capacitações. Os cursos de Operador de Caixa, Informática e Produção de Doces e Salgados surgiu a partir de uma escuta qualificada junto às famílias atendidas pelo Cras Turu, residentes nos bairros Divineia, Sol e Mar, Vila Luizão, Turu e adjacências.


QUALIFICAÇÃO

Cada curso terá, em média, a carga horária de 48 horas. A formação de Operador de Caixa, desenvolverá a capacidade de compreender a operação técnica em si, o atendimento ao cliente e reforço no estudo das quatro operações básicas de matemática. O programa incluiu conteúdos práticos, temas como preparação para uma entrevista de emprego, ética e cidadania e direitos do trabalhador.

Rosélia Reis, 32 anos, celebra a chance. "Me habilitar para operadora de caixa era algo que eu já queria há um tempo e ter a possibilidade de fazer isso sem custos e no próprio bairro com uma instituição de renome é maravilhoso", expressou Rosélia.

O programa Oportunizar surgiu no contexto do programa Redes de Educação Integral, com o apoio da Fundação Itaú e assessoria técnica do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS). O presidente da Acimavil, Antônio Sousa, explica que o o sucesso da edição de 2017 demonstrou a importância de contribuir no fortalecimento da rede do território e proporcionar, em parceria, a inclusão social de jovens. "O programa nos trouxe um outro tipo de experiência, e os resultados são tão bons que já estamos em busca de mais. Desenvolvemos outro projeto junto com Cras Turu. 2018 está iniciando e já pensamos em 2019", adiantou o presidente.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem