agencia

Notícias

Quinta-feira, 27/09/2018 - 09h15

Políticas públicas da gestão do prefeito Edivaldo promovem assistência à pessoa idosa

Ações da Assistência Social implantadas pela gestão do prefeito Edivaldo contribuem para qualidade de vida dos idosos que celebram esta quinta-feira (27), o Dia Municipal do Idoso

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Idosos desenvolvem atividades em ações do Serviço de Fortalecimento de VínculoSegundo o Art. 3º do Estatuto do Idoso, é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária. Nessa perspectiva, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), executa diversas políticas públicas implantadas pela gestão do prefeito Edivaldo e que marcam o Dia Municipal do Idoso, celebrado nesta quinta-feira (27).

Entre as ações oferecidas pelo prefeito Edivaldo a este público está a sansão, em julho de 2016, a Lei Nº 6.099, que institui o Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa que torna possível o melhoramento da assistência ao idoso, através do acompanhamento do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. Também integra o pacote de ações da gestão municipal os serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV), de Proteção Social Básica no Domicílio para Pessoas com Deficiência e Idosas, entre outros.

A gestora da Semcas, Andréia Lauande, destaca o empenho do prefeito Edivaldo em fortalecer as políticas públicas direcionadas ao atendimento da pessoa idosa. "Essa atuação articulada com outras políticas votadas para as áreas da educação, cultura e esportes, entre o outras, contribui para garantir o acesso dessa população nas diversas atividades, promovendo, assim, maior qualidade de vida. Já o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos possibilita às famílias, em especial a pessoa idosa, sair do isolamento, bem como encorajá-los a descobrir as potencialidades que podem desenvolver", afirmou a secretária.

VÍNCULO

Mensalmente o SCFV promove 350 encontros para os idosos da cidade. São desenvolvidas oficinas de dança, pintura, artesanato e cuidados com o corpo, palestras sobre a saúde e direitos do idoso, rodas de conversa e passeios a museus, parques ambientais, centros culturais e praias. A iniciativa visa um envelhecimento mais saudável, ativo e que trabalhe a autonomia, a sociabilidade e elevação da autoestima.

O SCFV é executado no Circo Escola (no bairro da Cidade Operária), no Centro de Convivência da Vila Luizão (território da Vila Luizão), na Casa do Bairro (localizada no território do Desterro), nos 20 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e em mais 56 instituições conveniadas.Maria Izabel Costa participa do Serviço de Fortalecimento de Vínculos 

Segundo a idosa Maria Isabel Costa, 86, que há três anos participa do SCFV com a execução indireta do Centro Educacional João de Deus, os encontros promovidos ajudaram a melhorar a saúde física e mental dela. "Agora eu tenho contato com as outras pessoas, a gente faz atividade física, dança, faz artesanato, atividades com jornais e revistas, nem sinto mais as dores que sentia antes. Eu vivi de novo", reconheceu Dona Isabel.

Atualmente, existem 43 grupos em funcionamento atendendo a mil idosos direta e indiretamente. Dentre esses grupos, existe o grupo de Dança de Cacuriá da Melhor Idade, que reúne pessoas da execução direta pelo Cras Estiva e indireta pela União de Moradores de Pedrinhas. O grupo vem se apresentando em período de festa junina, atendendo a diversos convites para dançarem na comunidade de Estiva e adjacências, e também em agendas proporcionadas pela Semcas para eventos anuais. O grupo é composto por 30 idosos com idade de 58 a 89 anos, sendo que todos idosos são participantes do SCFV.

Raimunda Frazão, 89 anos, frequenta o SCFV há oito anos e é uma das dançarinas do Cacuriá da Melhor Idade. "Eu já sabia dançar, mas aqui eu fui me aprimorando. É muito bom está aqui. Eu danço, brinco, converso e fiz várias amizades. A idade já está querendo me derrubar, mas vir pro SCFV me ajuda a ficar firme", diz Raimunda.Raimunda Frazão dança no grupo Cacuriá da Melhor Idade

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo possibilita o atendimento de crianças, adolescentes, jovens e idosos em diversas atividades complementares ao processo educativo e envelhecimento saudável. Além do SCFV, com a intenção de prevenir agravos que possam provocar rompimento de vínculos familiares e sociais.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem