agencia

Notícias

Segunda-feira, 01/10/2018 - 18h29

Prefeitura de São Luís realiza programação do Outubro Rosa com ação no Hospital da Mulher

Campanha segue o calendário nacional e em São Luís integra a política de saúde do prefeito Edivaldo voltada para as mulheres; objetivo da ação é conscientizar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Mulheres foram recepcionadas com manhã festiva no Hospital da Mulher no início da campanha Outubro RosaA Prefeitura de São Luís realizou nesta segunda-feira (1º) ação no Hospital da Mulher como  parte da programação prevista à campanha Outubro Rosa, que visa chamar a atenção da sociedade para o cuidado, prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A campanha foi iniciada no Hospital da Mulher, no bairro Anjo da Guarda, que durante todo o dia atendeu com demanda ambulatorial livre a todas as pacientes que buscaram os serviços. A ação, que segue o calendário nacional, integra a política municipal de saúde implantada na gestão do prefeito Edivaldo, em especial a voltada para o público feminino.  

A programação do mês se estenderá à rede de saúde do município e sua culminância será na região Itaqui-Bacanga com a realização do dia D, agendado para o dia 20 de outubro, na Unidade de Saúde Clodomir Pinheiro. Na ocasião serão ofertadas consultas em várias especialidades entre elas, ginecologista, mastologista, clinico geral e dentista. Também serão ofertadas ações de embelezamento, limpeza de pele, maquiagem e design de sobrancelha.  

"Toda a programação que vamos desenvolver no Outubro Rosa é para conscientizar que a prevenção deve ser o ano inteiro. A rede de saúde tem serviços que auxiliam no diagnóstico precoce, com consultas e exames, mas a mais eficiente ação preventiva contra o câncer de mama é a observação feita pela própria mulher, com o autoexame", disse o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

Na abertura do Outubro Rosa, no Hospital da Mulher, as mulheres foram recebidas pelas equipes da unidade de saúde com esclarecimentos sobre a prevenção do câncer de mama através de folheteria e uma programação cultural voltada para o tema. O atendimento ginecológico e com mastologista se estendeu pela manhã e tarde. Além da acolhida festiva, as pacientes tiveram a oportunidade de participar de oficinas de cuidados estéticos, como maquiagem, corte de cabelo, manicure e pedicure, penteados, usos de lenços e turbantes, designer de sobrancelhas, entre outros.

DOENÇA

No município de São Luís, a incidência da doença – câncer de mama – vem acompanhando as estatísticas levantadas pela Organização Mundial de Saúde. Segundo estudos e estimativas confirmadas pelo Instituto Nacional do Câncer, em São Paulo, a maioria dos casos estão na faixa etária de mulheres inferior a 40 anos.

Além da queda na faixa etária, existem outros fatores que são levados em consideração pela política de prevenção oferecida pela rede pública hospitalar. "Antes as mulheres que se preocupavam como câncer de mama estavam com idade superior a 40 anos. Ainda havia a predisposição da hereditariedade. Se a pessoa tinha histórico de câncer na família, havia aquela preocupação em fazer o exame. Isso não está mais sendo levado em consideração", explica o diretor geral do Hospital de Mulher, Deusdede Fernandes.

Para a doutora Gláucia Mesquita, da equipe de médicos do Hospital da Mulher, a prevenção ainda é o caminho mais eficaz de tratamento e cura. "Quanto antes a mulher descobrir a doença, se elevam as possibilidades de cura e tratamento. Nessa descoberta o autoexame ainda funciona de maneira eficiente", explicou a médica.

O Hospital da Mulher, na gestão do prefeito Edivaldo, passou por uma série de melhorias ampliando e melhorando o atendimento à população. Em média, cerca de 250 mulheres são atendidas no hospital, de segunda a sexta-feira. São oferecidos exames como raios-X, tomografia, ultrassonografia. Perto de 30 mulheres são atendidas diariamente para consultas de ginecologia e mastologia.

As pacientes das outras unidades de saúde da rede municipais nas quais há suspeita de câncer de mama são encaminhadas diretamente para atendimento no Hospital da Mulher. "Recebemos a comunicação sobre o encaminhamento da paciente destas unidades. Nestes casos, o atendimento é imediato" explica o diretor geral do Hospital da Mulher.

O Hospital da Mulher, que até 2013 só oferecia serviços básicos ambulatoriais, passou a disponibilizar também, na gestão do prefeito Edivaldo, atendimentos de média e alta complexidade, com a implantação, inclusive, do setor de neurocirurgia e a ofertar outros serviços como o de diagnóstico e imagem, como tomografia computadorizada, eletroneuromiografia, ultrasson, entre outros exames. 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem