agencia

Notícias

Sexta-feira, 02/11/2018 - 09h19

Prefeitura certifica 800 estudantes por meio do programa Brasil Alfabetizado

O programa é executado pela Prefeitura e tem o objetivo de contribuir para a universalização do Ensino Fundamental, promovendo alfabetização de pessoas a partir dos 15 anos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Alunos que receberam o certificado são estimulados a dar continuidade aos estudosA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), certificou 800 alunos que participaram do programa Brasil Alfabetizado, iniciativa do Governo Federal executado pela gestão municipal. A cerimônia de certificação ocorreu nesta quarta-feira (31).  O programa tem o objetivo de contribuir para a universalização do Ensino Fundamental, promovendo apoio às ações de alfabetização de jovens a partir dos 15 anos, adultos e idosos.

O programa é executado pela Superintendência da Área de Educação de Jovens e Adultos (Saeja/Semed). Este ciclo 2016/2018 do PBA contou 49 alfabetizadores, 10 coordenadores e 51 turmas. De acordo com a secretária Adjunta de Ensino, Maria de Jesus Gaspar Leite, na ocasião representando o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, o momento de certificação é a certeza do dever cumprido. "Cada vez que participo de uma cerimônia desta natureza, fico com a alma renovada. Entendemos que o conhecimento melhora a qualidade de vida das pessoas e a Semed vem cumprindo este dever de fomentar o conhecimento", disse.

A superintendente de Educação de Jovens e Adultos da Semed, Áurea Borges, frisou que este era o momento de festejar a alegria do aprendizado. "Todos que chegaram até aqui são vencedores, e se chegaram até o final do curso cumprindo a meta de ser alfabetizado é porque acima de tudo teve compromisso consigo. Agora é hora de seguir em frente", pontuou.

"Depois de meses de aprendizado tivemos êxito, pois estamos fechando este ciclo com 800 alfabetizados vencedores, que chegaram até aqui, apesar das dificuldades", frisou a coordenadora do programa Brasil Alfabetizado, Danielle de Jesus Costa.

"Só tenho a agradecer a Deus por ter abençoado até aqui. Aprendi muito e sou grato", resumiu Dionísio Pereira de Castro, alfabetizado.

Há 12 anos participando do programa, a alfabetizadora Maria de Lourdes revelou que o aprendizado e a motivação acontecem dos dois lados. "Nós mudamos a vida das pessoas, mas a nossa também. Eu, com 60 anos, resolvi entrar na faculdade, e estou formada há dois anos, porque acredito que temos que melhorar sempre", falou.

 Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem