agencia

Notícias

Quinta-feira, 15/11/2018 - 12h03

Prefeitura reúne mais de 70 mil estudantes em 162 escolas em Dia D de socialização de resultados

Ação teve como objetivo apresentar e discutir com alunos, país e profissionais da educação os índices do Ideb e do Saeb que melhoraram na gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Apresentação teatral marcou o Dia D na escola Alberto PinheiroA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou esta semana, em 162 escolas do Ensino Fundamental (1º a 9º ano), o Dia D de socialização dos resultados obtidos pelas escolas da rede nas avaliações nacionais do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb - INEP/MEC) e do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) que melhoram na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior; e também na avaliação do Sistema Municipal de Avaliação Educacional (Simae/SL) implantado na gestão do prefeito Edivaldo. Mais de 70 mil estudantes participaram das atividades, que também contou com quase 100% da adesão dos pais e envolveu toda a comunidade escolar – professores, gestores e coordenadores pedagógicos.

O Dia D ocorre num momento de expectativa para a realização da segunda edição do Simae/SL, que acontecerá no próximo mês de dezembro, entre os dias 10 e 14. O secretário de Educação, Moacir Feitosa, informa que esta nova edição será ampliada, pois além da participação de todos os estudantes do Ensino Fundamental, de 1º a 9º ano, dos turnos matutino e vespertino, o processo vai envolver os alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Moacir Feitosa lembra que o Sistema Municipal de Avaliação Educacional foi lançado em junho do ano passado pelo prefeito Edivaldo, para traçar um diagnóstico da Educação de São Luís, com o objetivo de desenvolver ações para a melhoria da qualidade da educação básica no município. O Simae/SL é um dos pilares do Programa Educar Mais, já consolidado, ao lado do PME (Plano Municipal de Educação), como a política de Educação para o Município de São Luís.

Sobre o Dia D de socialização dos resultados das avaliações, o professor Moacir diz que o grande objetivo do evento é criar uma rede de responsabilização pela educação pública de São Luís, fortalecendo laços com toda a comunidade e construindo parcerias para se alcançar as metas de aprendizagens desejáveis. "Precisamos conjugar esforços em prol da qualidade do ensino, buscando o apoio dos pais e de toda a comunidade, fortalecendo e construindo novas parcerias, inclusive despertando no aluno o sentimento de corresponsabilização em todo o processo de ensino e aprendizagem", destacou o titular da Semed.

A coordenadora do Núcleo de Avaliação Educacional da Semed (NAE), Vera Lúcia Gonçalves Pires, explica que a Secretaria realizou nas escolas, preliminarmente, várias reuniões formativas para orientar professores, gestores e coordenadores pedagógicos sobre como analisar e interpretar os dados das avaliações e elaborar, cada escola individualmente, o seu Plano de Intervenção Pedagógica, com foco na proficiência dos estudantes. "Agora, no Dia D, é momento de compartilhar esses dados com os pais e demais membros da comunidade, para que eles também possam contribuir, fazendo proposições ao Plano de Intervenção, e dialogando sobre como podem participar ativamente para a melhoria da Educação dos seus filhos", assinalou Vera Lúcia.

A coordenadora do NAE/Semed acredita que o Dia D abrirá um canal permanente de diálogo com os pais e comunidade, que trará grandes benefícios para a Educação de São Luís. "Educação pública de qualidade é um desafio, que não deve ser tomado isoladamente, por uma secretaria em particular, mas precisa ser feito a muitas mãos", destacou Vera Lúcia. Ela esclareceu ainda que a socialização dos dados das avaliações foi feita por meio de painéis e murais, com gráficos e informações, construídos pelos educadores com o apoio dos estudantes. Após o Dia D, cada escola vai avaliar as contribuições e buscar parcerias para implementar o seu Plano de Intervenção Pedagógica.

DIA D NA U.E.B. ALBERTO PINHEIRO

Cerca de 400 pais de estudantes participaram do Dia D na Unidade de Educação Básica (U.E.B) Alberto Pinheiro, no Centro de São Luís, que foi marcado por apresentação teatral, palestras e reunião com os pais. Em parceria com o Conselho Tutelar da área Centro, a 1ª Promotoria Estadual Especializada na Defesa da Educação, e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), a escola realizou o evento em dois espaços simultâneos. Na escola, com os alunos fazendo a apresentação da peça 'O sitio do Pica Pau Amarelo', e no salão de uma igreja evangélica da comunidade, ao lado da escola.

O gestor da escola, Leandro Ferreira, falou sobre a importância do Dia D para os estudantes e seus pais. "O objetivo é que os estudantes evoluam. Não queremos socializar para os pais apenas os problemas encontrados no que diz respeito à vida escolar dos estudantes, mas nossa intenção é discutir as soluções possíveis para o melhor desempenho escolar. Então, trazê-los para esse ambiente é permitir o fortalecimento da relação da família com a escola", compartilhou o gestor.

Com o tema 'Escola e Família: Juntos no Direito de Aprender', a promotora Márcia Roseane, da Promotoria de Educação, frisou a importância da participação da família na vida escolar da criança. "A integração de pais e filhos precisa ser fortalecida, pois isso só coopera para o trabalho que o professor desenvolve em sala de aula, especialmente no que diz respeito à autoestima e afetividade. Sem essa integração o papel do professor é desfocado; pois não existe escola sem família, sem a presença dos pais e responsáveis", enfatizou.

Levir Abreu Amorim, 12 anos, estudante do 5º ano, disse que ficou muito nervoso ao interpretar, para os colegas, o personagem Visconde de Sabugosa na peça 'Sito do Pica Pau Amarelo'. "Estou muito feliz com tudo o que está acontecendo hoje na escola. Venci o nervosismo e a timidez e nos saímos muito bem. Achei que não ia conseguir. Sobre o Dia D, sei que tudo o que está sendo discutido é para que possamos aprender mais e nos desenvolver melhor. Precisamos estudar mais, ter melhoras rendimentos e boas notas", disse o estudante.

Bruna de Alencar, professora do 5º ano, trabalhou junto com os estudantes na adaptação da peça teatral sobre o 'Sítio do Pica Pau Amarelo', destacando a relevância artística dentro das escolas. "A arte é inerente ao nosso desenvolvimento. Trazer a produção artística para o espaço escolar só propicia aos alunos o desenvolvimento da espontaneidade, criatividade, trabalho em equipe e o respeito um para com o outro. Isso tudo aperfeiçoa a forma de aprender", destacou a professora.

SAIBA MAIS

O último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado neste semestre mostra que a gestão do prefeito Edivaldo segue melhorando os indicadores da Educação. O índice de qualidade educacional considera informações de desempenho da Prova Brasil ou do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) – obtido pelos estudantes ao final das etapas de ensino (4ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio).

Os dados, que consideram também informações sobre rendimento escolar, mostram que de 2013 até agora o ensino na rede municipal saiu de 4,1 para 4,6 nos anos inicias do Ensino Fundamental. É a melhor marca alcançada pelo Ideb em São Luís desde que o indicador começou a ser usado para medir a qualidade da Educação.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem