agencia

Notícias

Terça-feira, 04/12/2018 - 16h03

Prefeitura forma estudantes com deficiência intelectual no curso Artesanato com Material Reciclável

Por meio do Programa Oportunizar, gestão do prefeito Edivaldo tem possibilitado a estudantes da rede uma educação inclusiva e de qualidade

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Alunos aprendem a fazer objetos a partir de materiais recicláveis em curso da Prefeitura Profissionalizar estudantes com deficiência intelectual matriculados nas escolas da rede pública municipal tem sido um dos objetivos da Prefeitura de São Luís na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, por meio do Programa Oportunizar, da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Nesta segunda-feira (3), cerca de 25 estudantes concluíram mais um ciclo de capacitação ofertado pelo programa. A solenidade de encerramento do curso de Artesanato com Material Reciclável - realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) - aconteceu em uma das salas da Escola Municipal Integral Bilíngue, que funciona na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Luís Viana, na Alemanha.

A capacitação é apenas um exemplo de que, ao mesmo tempo em que a gestão do prefeito Edivaldo se esforça por oferecer uma educação pública de qualidade, também busca suprir necessidades de formação profissional para os jovens, a partir dos 15 anos, tanto da Educação de Jovens e Adultos (EJA) quanto do Ensino Fundamental regular e da Educação Especial, para que tenham oportunidades de entrar no mercado de trabalho e possam competir de igual para igual. O Programa Oportunizar é uma ação direta da Superintendência da Área de Educação Especial da Semed, que visa a capacitação de jovens com deficiência, matriculados regularmente na rede municipal de ensino em cursos de iniciação profissional.

Para o titular da Semed, Moacir Feitosa, os cursos oferecidos pelo Programa Oportunizar são propostas de fortalecimento da educação básica, com foco na inclusão e estímulo à geração de renda. "São iniciativas que trabalham o desenvolvimento motor e cognitivo dos estudantes com deficiência intelectual, que são pessoas com grandes habilidades a serem estimuladas", declara.

O curso Artesanato com Material Reciclável trabalhou a reutilização de garrafas PET e a colagem com material de EVA, para a produção de enfeites para árvores de Natal. Para a coordenadora do Programa Oportunizar, Lorena Batista, a Prefeitura de São Luís tem possibilitado aos estudantes um suporte que vai além do ensino da sala de aula. "Eles estão sendo preparados para uma vida profissional, quer seja autônoma ou no mercado competitivo de trabalho. Eles finalizam o curso compreendendo que mesmo com algumas limitações, eles são capazes", destaca Lorena. Ministrado pelo Senac, o curso foi iniciado em 4 de novembro passado e teve carga horaria de 60 horas com aulas duas vezes na semana.

OPORTUNIZAR

O Programa Oportunizar completa 10 anos, sendo uma ação direta da Superintendência da Área de Educação Especial da Semed. Em 2018, o Programa ofereceu para os estudantes com deficiência da rede outros dois cursos. A oficina de Bijuterias capacitou os estudantes para aprenderam a confeccionar pulseiras, cordões e diversos tipos de adereços com materiais recicláveis; e, na oficina de Pufes, os estudantes aprenderam a reutilizar e enfeitar pneus e materiais de plásticos para criarem objetos decorativos.

A perspectiva é que ainda este ano os estudantes do turno matutino tenham mais um curso, o de Produção de Vassouras com Garrafas PET, em parceria com o Instituto Filantrópico Lar de José, localizado no bairro do Anil. A certificação de todos os estudantes dos cursos oferecidos este ano pelo Programa Oportunizar será no mês de fevereiro de 2019, quando se encerra o calendário letivo de 2018.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem