agencia

Notícias

Quarta-feira, 05/12/2018 - 11h14

Professores da Educação Infantil da Prefeitura participam de encerramento do Ciranda do Aprender

Projeto é uma parceria da gestão do prefeito Edivaldo com o Instituto Alcoa e Fundação Abrinq, desenvolvedora da ação que tem como objetivo reforçar a importância do brincar na primeira infância e incentivar a melhoria das práticas pedagógicas nas escolas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Programa Ciranda do Aprender

Com o tema "Contação de histórias, brincadeiras e lúdico" aconteceu nesta terça-feira (4), no Hotel Abeville, durante toda manhã, o seminário de encerramento do projeto Ciranda do Aprender. Uma parceria da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com o Instituto Alcoa e Fundação Abrinq, que desenvolve o projeto. O objetivo é reforçar a importância do brincar na primeira infância e incentivar a melhoria constante nas práticas pedagógicas, ações incentivadas pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

O projeto Ciranda do Aprender teve início na rede municipal de São Luís em 2016, com a participação de cinco escolas da Educação Infantil. Em 2018, o número de escolas participantes dobrou. Também houve um aumento significativo do número de crianças atendidas. A primeira edição beneficiou 631 crianças, nesta terceira o número passou para 1.600.

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, frisou que o projeto Ciranda do Aprender é importante, pois modifica positivamente o espaço da escola à medida em que capacita os professores. "Melhorar a qualidade do ensino para os estudantes da rede municipal, implica diretamente em dar ferramentas para isso. E o projeto mostra novos caminhos para os professores, promovendo a qualificação das práticas pedagógicas, além de estimular o fortalecimento do vínculo com a família da criança", disse o titular da Semed.

Para a palestrante Valdete Asevedo, formadora do Instituto Abrinq, que falou sobre "Encantar e reencantar na Educação Infantil", o brincar é fundamental no desenvolvimento das crianças. "Ao trabalhar com o lúdico, com jogos e outras brincadeiras de criança, ela aprende a ler, a contar, a conhecer o mundo. O brincar tem um papel fundamental no processo pedagógico", frisou.

Para a professora da U.E.B. Joaquim Pinto, Jeanne Rold, que participou da primeira edição do Ciranda do Aprender em São Luís, em 2016, o projeto é um sonho realizado para a escola. "Vimos quanto a participação das escolas no projeto foi ampliada, e como na prática em sala de aula o projeto tem auxiliado na processo de ensino e aprendizagem, pois com a formação adequada para os professores ajudamos no desenvolvimento das crianças", pontuou.

Participando pela primeira vez do projeto, a professora da U.E.B. Enedir Santos Paixão, Eliane Cabral, destacou a participação da família como fundamental no processo pedagógico. "Foi muito importante desenvolver uma rotina de envolver a família nas atividades das crianças. Antes fazíamos de forma pontual, mas com o projeto os pais puderam entender a importância do brincar para o aprendizado, pois fizemos uma espécie de formação com eles", disse.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem