agencia

Notícias

Sexta-feira, 04/01/2019 - 16h15

Prefeitura realizou mais de 51 mil atendimentos por meio do programa Saúde para Todos em 2018

Iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo amplia os serviços da rede municipal de saúde levando a diversos bairros da capital atendimentos na área da atenção básica; somente em 2018 foram realizadas 124 edições do programa

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Programa Saúde da Família atendeu população em diversos bairros da capital

A Prefeitura de São Luís contabilizou em 2018 mais de 51 mil atendimentos por meio do programa Saúde para Todos. Famílias inteiras de ludovicenses foram atendidas pelo programa que foi criado com a proposta de levar para mais perto da população, principalmente aquelas que vivem em bairros periféricos da capital, serviços da área da atenção básica da saúde. A iniciativa faz parte de um conjunto de atividades oferecidas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior que com a ação amplia o alcance dos serviços ofertados pela rede municipal de saúde, beneficiando toda a população de São Luís. 

O programa é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e conta com parcerias da Fundação Maranhense de Assistência Comunitária (Fumac), Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Secretaria de Estado da Saúde (SES), Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Universidade Ceuma. 

Com 124 edições realizadas ao longo do ano passado, o programa contemplou dezenas de bairros da capital e possibilitou o acesso a serviços como consultas com clínico geral, aferição de pressão e glicemia, testes rápidos para detecção de doenças como AIDS, sífilis e hepatites, vacinação, emissão do cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), avaliação nutricional, orientações sobre arboviroses e formas de prevenção, distribuição de medicamentos com a farmácia básica, aplicação de flúor e outros. 

O Saúde Para Todos também inovou ao possibilitar retornos quinzenais aos locais que já tinham recebido ações do programa para, além de oferecer novamente os serviços médicos, fazer a entrega de resultados dos exames das pessoas consultadas anteriormente. 

"É meta da gestão do prefeito Edivaldo assegurar mais saúde aos cidadãos de São Luís.  Mesmo com uma rede de saúde com hospitais e unidades em várias regiões da cidade, a Prefeitura promove ações por meio de programas como o Saúde Para Todos e o Todos por São Luís para facilitar e agilizar o acesso da população aos serviços nesta área", destacou o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

As ações itinerantes do consultório volante do programa retornam em 2019, com os serviços de mensuração de glicemia; aferição de pressão arterial; antropometria (peso e estatura); orientações nutricionais; entrega de cartão SUS; consultas médicas com clínico geral, ginecologista, pediatra, dermatologista, consulta de prevenção do câncer de colo; imunização; atendimento odontológico (profilática, raspagem, restauração e extração); teste rápido para HIV, sífilis, hepatite B e C, atividade de educação e informação em saúde (arboviroses, IST, tuberculose e hanseníase); distribuição de preservativos masculinos e femininos; coleta de material para exames laboratoriais e entrega dos resultados; visitas domiciliares e farmácia básica.

AÇÕES 

O Coordenador de Ações Comunitárias de Saúde (SAS/Semus), Júlio César Costa dos Santos, relata que as ações do programa foram realizadas semanalmente, de acordo com agendamentos da equipe técnica da Semus. Os territórios definidos inicialmente para receber as ações foram: Praça Benedito Leite (Centro Histórico), bairros Cohama, Vinhais, Vila Riod, Bairro Janaína, Vila Conceição (Calhau), Ilhinha, Sol e Mar, Alemanha, Vila Ariri, Gancharia, Arraial, Luís Bacelar (Gapara), Cajupary e Cajueiro.

No Centro de Saúde Comunitário Dr. Afonso Amaral, na Vila Riod, foram atendidas 2.796 pessoas, em um único dia. Na Cidade Olímpica, o Saúde Para Todos realizou um total 2.454 atendimentos. No bairro da Ilhinha, o programa chegou a fazer 1.460 atendimentos. No Cajupary, os serviços oferecidos contemplaram 937 pessoas, no dia 17 de maio de 2018, e mais 1.391 moradores, no dia 18 de maio do mesmo ano, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde.

Dentre as especialidades médicas mais procuradas, destaque para a clínica geral, seguida de ginecologia, pediatria,odontologia e a ortopedia. Houve ainda grande procura para verificação de P.A (pressão arterial); testes de glicemia capilar; aplicações de flúor; e ainda testes rápidos para HIV, sífilis, hepatite B e C.

COMUNIDADE APROVA A INICIATIVA 

O líder comunitário do Cajupary, José Augusto Silva Costa, elogiou a iniciativa da Prefeitura de São Luís e falou sobre como a comunidade recebeu os serviços do Saúde Para Todos. "Nós estendemos que a vinda do programa para a nossa comunidade foi um salto grande, porque as pessoas não precisaram sair de suas residências e se deslocarem para lugares distantes. Foram atendidas com qualidade, o que com certeza torna a vida de todos melhor e ajuda na prevenção de doenças comuns aqui no bairro", afirmou o morador.

Por sua vez, a líder comunitária da Vila Conceição, Lourdes dos Anjos Soares, conta que pessoas da comunidade sempre perguntam quando o programa retornará ao bairro. "A vinda dos médicos, enfermeiras, odontólogos e nutricionistas foi muito providencial para a gente, então foi uma novidade e todos os moradores desejam a continuação e o retorno dos serviços", relata. Ela informa ainda que, na época que o Saúde Para Todos foi realizado na localidade, as especialidades médicas mais procuradas foram as de ginecologia, pediatria e odontologia.

Já a presidente da União dos Moderadores do bairro do Sol e Mar, Luzia Lago, afirma que mesmo a Vila Luizão, que faz parte da comunidade, sendo contemplada com a presença de um posto de saúde, a demanda dos moradores por consultas médicas é constante. "Por isso, quando o Saúde Para Todos acontece na comunidade é motivo de alegria. Temos muita procura por ginecologistas, odontólogos e pediatras e o programa ajudou a resolver essas demandas", destacou a líder comunitária. Nas primeiras edições, as atividades do programa contaram com o apoio do Consultório Volante, fruto de emenda parlamentar do vereador Pavão Filho. 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem