agencia

Notícias

Quarta-feira, 13/02/2019 - 09h01

Prefeitura amplia abrangência do Programa de Aquisição de Alimentos para hospitais da rede

Além de contemplar famílias em situação de vulnerabilidade, Prefeitura tem levado aos hospitais da Criança e da Mulher produtos do PAA, o que enriquece o cardápio dos pacientes; ação integra a política de segurança alimentar implantada na gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Hospitais da rede municipal recebem produtos do Programa de Aquisição de Alimentos Nos hospitais da Mulher e Dr. Odorico Amaral de Matos (Hospital da Criança)  os produtos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), fazem a diferença na alimentação dos pacientes. Nesta terça-feira (12), as unidades de saúde receberam uma diversidade de frutas, legumes, verduras, coco,  além de mel e farinha. A iniciativa da Prefeitura de São Luís que atende pessoas em vulnerabilidade, agora contempla também hospitais da rede municipal. Nesta terça, além da distribuição na unidade de saúde, famílias do bairro Coroadinho também foram contempladas com as cestas de alimentos.

Iniciada este ano, as doações aos hospitais vêm reforçar a alimentação servida aos pacientes, ampliando a variedade de produtos e opções de preparo, destaca a secretária municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Fatima Ribeiro. "Os hospitais incluídos no programa são referência em atendimento a dois públicos distintos, que são as mulheres e as crianças, desta forma, os produtos entregues são de grande relevância para a uma alimentação mais nutritiva e saudável, uma vez que se trata de alimentos da estação e ricos em nutrientes", reforça Fatima Ribeiro.

O Hospital da Mulher recebeu mais de 30 itens de diferentes produtos, incluindo mel, polpa de frutas, folhas variadas, leguminosas, frutas e farinha d'água. "A partir destas doações, nossos pacientes passaram a ter um cardápio ainda mais nutritivo e reforçado. A variedade de produtos possibilita à equipe preparar um vasto número de receitas que somam também para a boa recuperação dos pacientes. É, sem dúvidas, um programa muito importante e que nos alegras estar inseridos", destacou a diretora administrativa do Hospital da Mulher, Francisca Duarte. Na casa de saúde são servidas, em média, 900 refeições por mês aos pacientes.

A nutricionista do Hospital da Mulher, Joselita Barbosa, enfatizou a variedade de produtos nutritivos como diferencial do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). "Com as opções fresquinhas e da época, conseguimos variar bastante os pratos e até fazer algumas substituições. É um apoio que reflete direta e positivamente na recuperação do paciente", pontua a profissional.

HOSPITAL DA CRIANÇA

No Hospital da Criança, a equipe afirma que houve um salto de qualidade na alimentação dos pacientes atendidos. "É um incremento maravilhoso para a adequada dieta do nosso público. Os produtos naturais e frescos garantem uma alimentação mais rica em nutriente, mais variada em produtos e, principalmente, maior qualidade do que é consumido. Muito importante para todos aqui. Só temos a agradecer a gestão por esse olhar sensível", enfatiza a diretora administrativa, Yole Saraiva.

Com as distribuições, a unidade hospitalar obteve considerável mudança na alimentação servida. Os sucos, por exemplo, passaram a ser feitos com água de coco, que auxiliam na recuperação principalmente de pacientes em estado de desnutrição e outras patologias afins. A variedade dos produtos possibilita também a variação nos preparos dos pratos. A macaxeira cozida é um dos ingredientes servidos, substituindo, em alguns momentos, pães e biscoitos.

"O principal benefício destas doações está na opção de servir alimentos naturais, da época, mais frescos e, portanto, mais nutritivos. Bem melhores que os industrializados, sem dúvidas. A unidade já trabalha com dieta equilibrada e os alimentos do programa municipal vêm qualificar e somar para uma alimentação que garanta mais saúde", reforça a nutricionista do Hospital da Criança, Josenilde Silva.

Os alimentos possibilitam melhorar o cardápio, inserir novos pratos e reforçar o componente nutricional, pontua a também nutricionista do Hospital da Criança, Bruna Soares. "Para as crianças é um ganho importante em nutrientes e principalmente, pela variedade que oferecem", acrescenta.

COROADINHO

Totalizam 130 famílias do bairro Coroadinho contempladas com as cestas de produtos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na distribuição da tarde desta terça-feira (12). "Esta é uma ação da Prefeitura de São Luís que impacta direta e positivamente na vida das pessoas contempladas e por outro lado, reforça a produção familiar rural, estimulando as comunidades produtoras. Todos os produtos são adquiridos com famílias de pequenos agricultores", pontua a coordenadora do PAA, Fernanda Buzar.

Na mesa dos beneficiados, os alimentos se transformam em refeições mais balanceadas para centenas de pessoas, principalmente, crianças, que necessitam de determinados nutrientes para seu desenvolvimento, e idosos que devem ter maior atenção à saúde. Na série de produtos distribuídos na cesta de alimentos está verduras (alface, cheiro verde, joão gome etc), legumes (cenoura, batata, batata doce etc) e frutas (banana, melancia, abacaxi etc), polpa de frutas diversas, coco, mel, entre outros.

Para os contemplados, os produtos elevam a qualidade das refeições, gerando economia nos gastos e oferecendo mais nutrientes. A dona de casa Maurenice Rodrigues, 42 anos, agradeceu aos alimentos que serve à família e segunda ela, melhora a alimentação. "É a primeira vez que recebo deste programa e fiquei surpresa com a quantidade de coisas que vem na cesta. Para mim e para quem precisa, é um apoio muito importante", disse.

A aposentada Benedita Leocádia Cruz, 68 anos, pontuou o diferencial do programa para quem precisa melhorar a alimentação. "Esse programa tem uma missão muito importante de garantir alimento para os mais carentes. Muitos que estão aqui não têm como ter estes produtos todos em casa e com essa doação, já dá para fazer uma economia e comprar outras coisas", enfatizou.

O PAA contribui para assegurar a alimentação adequada às famílias em situação de vulnerabilidade, sendo os atendidos cadastrados nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras); além de inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), sistema do Governo Federal que concentra informações sobre as famílias de baixa renda.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem