agencia

Notícias

Sábado, 16/02/2019 - 08h21

Prefeitura de São Luís realiza encontro de socialização de ações pedagógicas com propostas para 2019

Encontro "Socialização das ações da Secretaria Adjunta de Ensino", da Semed, reuniu esta semana mais de 70 técnicos, especialistas e educadores de 17 setores da área pedagógica da secretaria

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís realiza encontro de socialização de ações pedagógicas com propostas para 2019A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou nesta terça (12) e quarta-feira (13), o encontro "Socialização das ações da Secretaria Adjunta de Ensino", com resumo das principais atividades de 2018 e o detalhamento de propostas para o ano letivo de 2019. Participaram do evento, no auditório do Espaço Orienta, no Jardim Renascença, mais de 70 técnicos, especialistas e educadores de 17 setores da área pedagógica da Semed. Na ocasião foram ressaltados os avanços na área da educação alcançados na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. 

De acordo com a professora Maria de Jesus Gaspar Leite, Secretária Adjunta de Ensino (SAE/Semed), o objetivo maior do encontro é garantir, por meio da socialização das ações, a realização dos eventos planejados pela área pedagógica de forma mais articulada. "Cada setor da área pedagógica apresentou um resumo de suas ações, mostrando alguns entraves para sua realização e suas propostas para 2019. Essa socialização é de suma importância, pois ela coopera para os ajustes e as mudanças que possam se fazer necessários no ano que se inicia, potencializando esforços em favor de um trabalho mais articulado e com benefícios diretos para a aprendizagem do estudante", destaca Maria de Jesus Gaspar.

AVANÇOS

As perspectivas são de continuar ampliando as ações de forma a cumprir o Plano Municipal de Educação (PME), que está em vigor, o qual consta de metas e estratégias que precisam ser desenvolvidas, para que a educação de qualidade tão aspirada por todo o país seja realmente garantida nas escolas públicas municipais - esclarece a Secretária Adjunta de Ensino. O Programa Educar Mais, implantado na gestão do prefeito Edivaldo, constitui-se no aporte fundamental para a continuidade da política de Educação, com foco na aprendizagem, andando lado a lado com o PME.

A modernização do sistema de matrículas, por meio do Sistema Municipal de Administração e Controle Escolar (SisLAME), e a implantação do Sistema Municipal de Avaliação Educacional (Simae/SL), que em 2018 abrangeu todos os estudantes do Ensino Fundamental da rede municipal, bem como da Educação Infantil e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), são avanços listados por Maria de Jesus Gaspar Leite que visam, em última instância, o fortalecimento das ações pedagógicas para a melhoria do ensino na capital maranhense.

As apresentações e discussões realizadas durante o encontro foram organizadas pelas técnicas da SAE/Semed Marta Roseane Aguiar Mendes Silva e Ameliza Pereira Cunha, que ficaram também responsáveis por condensar todas as informações repassadas nas apresentações, e planejar o próximo evento.

Outros setores da Semed participaram, como o Transporte e a Engenharia, para tirar dúvidas e ajudar a encontrar soluções para problemas que ocorreram no decurso do ano letivo e que foram impedimento para que as ações pedagógicas não tivessem 100% de aproveitamento. "O replanejamento, com ajustes e intervenções, é necessário, pois a educação é um processo dinâmico e precisamos adequar às novas demandas e projetos que surgem no percurso do caminho", assinalou Marta Roseane Aguiar.

PROCESSO PEDAGÓGICO

Para a professora Ana Célia Peixoto Lopes, diretora do Núcleo de Escolas do Anil, a implementação dos sistemas de avaliação e matrícula, do diário online, e todas as ações desenvolvidas são para a melhoria do processo pedagógico. "Todos os setores da rede trabalham em função da escola, para que o aprendizado aconteça, para que a gente realmente tenha uma educação de qualidade", enfatiza a professora Ana Célia.

Ela lembrou ainda da realização, no mês de novembro de 2018, do Dia D de Socialização dos Resultados obtidos pelas escolas da rede nas avaliações nacionais da Educação Básica, e também na avaliação local, por meio do Simae/SL. Mais de 70 mil estudantes de 162 escolas do Fundamental participaram com alta adesão dos pais, e envolvimento de toda a comunidade escolar – professores, gestores e coordenadores pedagógicos. Para 2019, a perspectiva, segundo Ana Célia, é reestruturar os projetos já existentes, com o objetivo de fortalecer e avançar com as boas ações já realizadas.

A superintendente da área do Ensino Fundamental (SAEF/Semed), Arsênia Formiga, destacou ainda as ações do Programa de Intervenção Pedagógica (PIP), com o alcance em 2018 de todas as turmas de 3º ano da rede municipal, e também o Programa Mais Alfabetização (PMALFA), implantado em quase 50 escolas, onde se destaca a figura de um assistente de alfabetização apoiando o trabalho dos professores de 2º ano do Fundamental, para garantir a aquisição e fortalecimento das práticas de leitura e escrita de forma mais significativa.

"Tivemos dificuldades para realizar algumas ações; às quais serão revistas e reorganizadas. E também ampliaremos o trabalho de acompanhamento, que foi feito com as turmas de 3º ano. Nosso objetivo é acompanhar todas as escolas que tenham o ciclo de alfabetização, para que a ação seja sistemática e sistêmica em toda a rede, e com todos os professores durante todo o ano", esclarece Arsênia Formiga, sinalizando a questão estrutural e a requalificação de mais de 150 escolas, como pontos fundamentais para a melhoria da educação, pois o espaço físico influencia diretamente no ensino e na aprendizagem.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem