agencia

Notícias

Quarta-feira, 20/02/2019 - 08h50

Prefeitura promove reunião para definir ações para o Carnaval de São Luís 2019

Festa, realizada pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura, terá o envolvimento de diversas secretarias para garantir o bem-estar e a segurança da população em pontos como Praça Maria Aragão, Avenida Beira-Mar, Madre Deus e Passarela do Samba

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís define plano de ações para o Carnaval 2019A Prefeitura de São Luís realizou, na tarde desta terça-feira (19), reunião de alinhamento de ações para o Carnaval de São Luís 2019, a ser realizado em parceria com o Governo do Estado. Secretarias e órgãos municipais participantes do evento pontuaram medidas a serem adotadas para garantir o bem-estar e a segurança da população durante a folia momesca, em pontos de maior concentração de foliões, como a Praça Maria Aragão, Avenida Beira-Mar, Madre Deus e Passarela do Samba. Além da festa carnavalesca, as medidas vão envolver também a tradicional apuração dos desfiles de escolas de samba e blocos de Carnaval.

A reunião contou com representantes da Secretaria Municipal de Governo, Subprefeitura do Centro Histórico, secretarias de Urbanismo e Habitação, Saúde, Cultura, Trânsito e Transportes e Segurança com Cidadania, e representantes da Secretaria de Estado da Cultura, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar.

"Estamos com ações aqui envolvendo o esquema do Carnaval 2019. Foi apresentado o plano de ação que cada um tem, com a distribuição de tarefas. A partir daí, vamos moldando as ações, para justamente não deixar lacunas na realização da festa", informou o subprefeito do Centro Histórico, Joaquim Azambuja de Sousa Filho.

CARNAVAL DE INCLUSÃO

Durante a reunião, o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, destacou que o Carnaval 2019 trará como diferencial a ampliação do espaço reservado aos portadores de deficiência e idosos na Passarela do Samba. "Vamos ampliar as ações para as pessoas com deficiência ou com dificuldades de locomoção para que se garanta um Carnaval de inclusão", afirma o gestor.

O espaço reservado aos portadores de deficiência terá capacidade para abrigar até 500 pessoas. Além disso, a Prefeitura também providenciou quatro interpretes de Libras (língua de sinais) e quatro cuidadores que estão disponíveis na Passarela do Samba nos cinco dias de Carnaval. Para ter acesso ao local, familiares ou responsáveis devem procurar a organização do evento e informar sobre a necessidade especial da pessoa.

INTERVENÇÕES

Durante o período de Carnaval, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes fará algumas intervenções em vias e logradouros onde haverá programação oficial da folia. No entrono da Passarela do Samba, no Anel Viário, onde acontecem os desfiles, ficará interditada a partir das 13h do sábado de Carnaval (2 de março). "Lá será interditado para que os foliões possam ingressar na passarela. O procedimento é para não gerar maiores transtornos para a população", afirma o coordenador de fiscalização da SMTT, Adriano Medeiros.

BLITZ URBANA

Participante da reunião, o superintende da Blitz Urbana, Arnoldo Bastos, informou que o órgão já trabalha com o cadastramento dos vendedores ambulantes que vão atuar no circuito carnavalesco da cidade. "A previsão que temos é que 200 ambulantes sejam cadastrados nos circuitos da Beira-Mar, Passarela e Madre Deus. Todos estão sendo orientados a fazer o curso de boas práticas de manipulação de alimentos, que será feito pela Vigilância Sanitária nesta quinta-feira (21)", declarou o gestor.

Quem não fizer o curso e incorrer em alguma prática não recomendada pela Vigilância Sanitária será orientado pelos fiscais da Blitz Urbana. Havendo reincidência terá o material possivelmente apreendido. "O recomendado é que todos procurem a gente para fazer o cadastramento e para que receba a autorização para atuar nos circuitos oficiais", alerta Arnoldo de Assis Bastos.

Os vendedores ambulantes terão até a próxima quinta-feira (21) para se cadastrar e receber as licenças da Blitz Urbana e da Vigilância Sanitária. "Nos circuitos do Carnaval, vamos fazer as abordagens educativas e também de fiscalização. Todos os dias, no período de início da programação até às 23h, os fiscais farão as abordagens, tanto as educativas, como as de fiscalização e, se necessário for, também serão feitas as apreensões de produtos", confirma a superintendente municipal de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Terezinha Lobo.

SEGURANÇA REFORÇADA

Na Passarela do Samba, a Polícia Militar vai colocar um efetivo composto por 90 policiais a pé durante todas as noites de desfiles. Haverá viaturas motorizadas, com 40 PMs, mais um efetivo de 50 homens com cavalaria."Nosso trabalho visa atender todas as demandas do Governo do Estado e da Prefeitura de São Luís do Carnaval 2019. Acredito que será o suficiente para tranquilizar a todos que se dirigirem à Passarela nos dias de festas", informou o coronel Alexandre Francisco dos Santos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem