agencia

Notícias

Quarta-feira, 13/03/2019 - 17h34

Prefeitura participa da assinatura de Protocolo de Intenções entre Basa e Governo do Estado

A ação vai garantir crédito para o empresariado maranhense, visando o desenvolvimento sustentável do estado; vice-prefeito Julio Pinheiro representou o prefeito Edivaldo na solenidade

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura participa da assinatura de Protocolo de Intenções entre Basa e Governo do Estado. Fotos: Karlos GeromyA Prefeitura de São Luís participou da solenidade de assinatura de um Protocolo de Intenções entre o Governo do Maranhão e o Banco da Amazônia (Basa), realizada na terça-feira (12), no auditório do Palácio dos Leões, com a presença do governador Flávio Dino. A ação vai garantir crédito para o empresariado maranhense, visando o desenvolvimento sustentável do estado. O vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro, representou o prefeito Edivaldo Holanda Júnior na ocasião. 

"Só haverá desenvolvimento do Brasil, como um todo, na medida em que as desigualdades regionais sejam superadas, por isso nós defendemos e apoiamos. Achamos que são investimentos imprescindíveis, como se demonstra com essa assinatura desse protocolo, pondo à disposição da sociedade, especialmente dos empresários do campo e da cidade, 372 milhões de reais, em crédito, para ampliação de negócios, novos negócios, com isso, gerando emprego para a nossa população", disse o governador Flávio Dino.

Para o vice-prefeito Julio Pinheiro, é um importante momento que se traduz no esforço do governo para atração de investimentos e para o fomento à produção no Maranhão. "Abre as possibilidades de maior volume de atividades financeiras, de circulação de riqueza no estado, com essa oportunidade de crédito para os pequenos, médios e grandes empresários. Parabéns, ao governador Flávio Dino pelo reforço à essa agenda tão positiva para o Maranhão", ressaltou Pinheiro.

De acordo com o Protocolo de Intenções, serão beneficiados os setores produtivos do Maranhão, favorecendo maior integração entre a instituição financeira e as classes produtivas, incentivo ao empreendedorismo, entre outras medidas que resultarão em geração de emprego e renda e desenvolvimento sustentável do estado.

"Somos um banco de desenvolvimento e fomento e esse protocolo reforça a importância de criarmos um ambiente propício para os negócios. E tudo depende da confiança que se tem na região e na economia. Temos um turismo forte, logística adequada e um agronegócio em franco desenvolvimento. Ou seja, o Maranhão possui uma pluralidade de atividades econômicas que podem impulsioná-lo para o desenvolvimento", destacou o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem