agencia

Notícias

Sábado, 30/03/2019 - 10h52

Em uma semana de intenso trabalho força-tarefa criada por Edivaldo atua em várias frentes e minimiza efeito das chuvas

Com chuvas acima da média, gestão do prefeito Edivaldo intensificou ações de infraestrutura, limpeza, assistência social e saúde para minimizar danos das chuvas; como resultado do trabalho, várias áreas foram recuperadas e as primeiras famílias atendidas já estão recebendo aluguel social

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Em uma semana de intenso trabalho força-tarefa criada por Edivaldo atua em várias frentes e minimiza efeito das chuvasNesta semana em que chuvas acima da média castigaram a cidade, o prefeito Edivaldo Holanda Junior comanda uma força-tarefa que trabalha intensamente desde a manhã do último domingo (24), sobretudo nas áreas mapeadas como de risco. Na última semana, o poder público municipal intensificou os serviços atuando em diversas frentes para atender famílias atingidas e recuperar trechos da cidade com ações integradas de secretarias e órgãos municipais, trabalho que não para mesmo com o mau tempo. Também como resultado do trabalho, neste sábado (30) a Prefeitura de São Luís começou a pagar o aluguel social a parte das famílias desabrigadas em razão dos danos causados pela fortes chuvas do último domingo (24) e que provocaram alagamentos e deslizamento de encostas. Para as famílias que possuem conta bancária, o benefício foi disponibilizado no sábado (30).

Até esta sexta-feira (29), foi registrado o índice de 720mm de chuvas, 68% maior que o previsto para o mês de março, que era de 428mm. "Nossa prioridade é prestar assistência às famílias atingidas, preservando o que há de mais importante que é a vida e garantindo a elas condições de sobrevivência. Agimos prontamente desde que tomamos conhecimento das ocorrências e, intensificando os serviços por toda a cidade, estamos nos esforçando para reverter os danos causados pelas chuvas intensas. Nesta semana, vamos continuar com o nosso trabalho, desenvolvendo ações em diversas frentes: infraestrutura, segurança com cidadania, assistência social, saúde, limpeza pública, trânsito, entre outras", destacou o prefeito Edivaldo.

 

Na força-tarefa, atuam secretarias como Segurança com Cidadania (Semusc), Obras e Serviços Públicos (Semosp), Assistência Social (Semcas), Trânsito e Transportes (SMTT) e Governo (Semgov), além da Subprefeitura do Centro Histórico de São Luís e órgãos como Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (Fumph), Blitz Urbana e Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur). Os trabalhos contam ainda com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Cruz Vermelha, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, Defensoria Pública do Estado do Maranhão, assim como de igrejas e associações comunitárias.

Logo no domingo (24), o prefeito Edivaldo percorreu diversas áreas da capital, em especial as que sofreram de forma mais direta com a ação das fortes chuvas, e criou uma força-tarefa para a execução dos serviços com o objetivo de minimizar os transtornos. Na segunda-feira (25), o gestor municipal reuniu a imprensa para detalhar as ações que já haviam sido realizadas pela força-tarefa e as que seriam executadas. Ainda na segunda-feira, uma reunião com a Defensoria Pública para somar esforços a fim de otimizar o atendimento aos moradores.

Entre as primeiras ações estiveram a interdição de moradias comprometidas e o encaminhamento das famílias para um local seguro, seja em abrigo institucional da Prefeitura, seja em casa de familiares ou espaços comunitários como igrejas e associações. As famílias começaram a ser identificadas para cadastro em benefícios sociais como o aluguel social ou programas como Minha Casa, Minha Vida. Também foi iniciado o levantamento das necessidades físicas estruturais das áreas para avaliar se havia condições de recuperação dos espaços.

Na quarta-feira (27), o prefeito Edivaldo voltou a reunir a equipe para avaliar o andamento dos serviços. Também neste dia, o andamento dos trabalhos foi apresentado aos vereadores da Câmara Municipal de São Luís. "As ações que vêm sendo executadas integram o Plano de Contingência, elaborado previamente para nortear as ações e agilizar o atendimento às ocorrências nas áreas de risco. Além de mapear as áreas de vulnerabilidade de risco e definir estratégias, o plano prevê a reconstrução de cenários de desastres em situação normal", disse o secretário Municipal de Segurança com Cidadania, Heryco Coqueiro.

Em locais como a Estrada da Vitória, no Sacavém e bairros como Vila Isabel Cafeteira e Coroadinho, a Defesa Civil instalou lonas para proteção das encostas. O reforço na proteção das encostas tem o objetivo de evitar o deslizamento, considerando que a lona dificulta o contato da água da chuva com o solo. Quanto mais o solo estiver seco, menor é a instabilidade da barreira e, consequentemente, menor é o risco de desmoronamento. Em situações específicas, a ação minimiza o risco de desastre.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

As equipes técnicas da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) por meio dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) realizaram a identificação, cadastramento e acompanhamento dessas famílias assim como o levantamento de documentação para inserção no Benefício Eventual de Morada (Aluguel Social).  Destas  famílias, as que possuem conta bancária já puderam sacar o benefício neste sábado (30). Para as demais famílias, o pagamento do benefício será realizado a partir de segunda-feira (1º), através de cheque administrativo e nominal, para agilizar o aluguel das novas casas.

As equipes da Semcas estão atendendo 200 famílias em bairros como Vila Bacanga, Vila Real, Sá Viana, Sacavém, Coroadinho, Bom Jesus, Salinas do Sacavém, Túnel do Sacavém, Jordoa, Isabel Cafeteira, Vila Lobão, João Alberto, São Raimundo, Liberdade e Centro. Já foram entregues nas regiões afetadas 242 cestas básicas desde o último domingo.

INFRAESTRUTURA

Foram intensificados, ao longo da semana, os serviços na área da infraestrutura, com manutenção na rede de drenagem com limpeza de canais, bueiros e galerias, contenção de erosão e manutenção asfáltica em pontos estratégicos da cidade.

O trabalho da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) tem gerado resultados positivos na cidade. Os serviços alcançaram locais como a Curva do Noventa, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, e Residencial Pinheiro, com recuperação de área degradada por erosão. Serviços de drenagem e manutenção asfáltica seguem atendendo diversos pontos prejudicados pela ação das chuvas como a zona rural da cidade.

Os trabalhos priorizam ruas e avenidas de tráfego intenso como Daniel de La Touche, Getúlio Vargas e Jerônimo de Albuquerque, bairros do Anil e Sá Viana, além de áreas mais afetadas de comunidades da zona rural como Estrada da Andiroba e Pedrinhas. Na zona rural os trabalhos consistem na implantação de tubulação de drenagem na Estrada da Andiroba, que foi cortada pela força das águas da chuva. No local estão sendo colocados tubos de 1.500 milímetros em trecho de 25 metros. Outro local é a Rua do Fio, em Pedrinhas, que está recebendo a recuperação de bueiros da rede de escoamento.

Na Rua Militana Ferreira, no bairro Sá Viana, uma equipe trabalha para estabilizar a encosta com injeção de concreto no solo. A cabeceira de uma ponte localizada na Rua da Matança, no Anil, também sofreu erosão e, no local, equipes trabalham executando a contenção com preenchimento da área degradada feito com concreto rígido. Em andamento também os serviços de limpeza e desobstrução de canais, que alcançam áreas como no Baixão do Jardim São Cristóvão II; na Rua dos Bicudos, no Renascença; e no canal Rio das Bicas, no Coroado.

LIMPEZA URBANA

Na área da limpeza urbana, o Comitê Gestor de Limpeza Urbana já recolheu mais de 250 toneladas de lixo das praias de São Luís. Ao longo desta semana, foram mobilizadas 52 equipes de limpeza urbana para a faixa de praia da cidade.

Já nas áreas de risco mais de 180 toneladas de resíduos foram recolhidas em locais de desabamentos e desbarreiramentos. Ao longo da semana também foram executados os serviços de remoção de árvores que caíram pela cidade, além de terem sido intensificados os serviços de capina, roçagem e limpeza dos pontos de descarte irregular de resíduos. O trabalho de limpeza conta com seis caçambas e mais uma máquina retroescavadeira que estarão de plantão para atender às demandas do Plano de Contingência.

De acordo com a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, o objetivo deste trabalho é fazer o recolhimento da maior quantidade possível de lixo descartado irregularmente pela cidade, evitando maiores transtornos à população. "O descarte irregular provoca o entupimento dos sistemas de escoamento da água das chuvas e aumenta os riscos de proliferação de doenças típicas do período. Nosso trabalho neste momento é para prevenir estes problemas. Estaremos mobilizados e com os serviços ampliados até o fim do período chuvoso para preservar a população", disse.

O Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) reforça o trabalho de limpeza com a remoção de árvores caídas. Ao longo da semana, o órgão intensificou o atendimento de demandas referentes a poda, supressão e retirada de árvores. Na região da Avenida Daniel de La Touche, o Impur retirou uma árvore que caiu e atrapalhava a passagem de veículos. Já na Avenida Joaquim Mochel, a equipe de campo desobstruiu área com a retira de uma árvore.

Também foram feitas podas de risco e supressão de árvores, na área do Campo do Leozão, no Cohatrac IV, além de poda na Praça da Saudade, região do Centro Histórico, e poda na área do Apicum, próximo ao Parque do Bom Menino.

SAÚDE

Serviços na área da saúde foram oferecidos pela Prefeitura de São Luís na área do bairro Salinas do Sacavém. Às famílias, o poder público municipal realizou, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), atendimentos como triagem com pesagem, aferição de pressão e glicemia, consultas médicas e de enfermagem, distribuição de medicamentos da farmácia básica, encaminhamentos para consultas especializadas e exames laboratoriais além de ações de educação em saúde e informações sobre como prevenir doenças como dengue, zica e chikungunya.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem