agencia

Notícias

Quinta-feira, 02/05/2019 - 08h23

Prefeito Edivaldo investe em ações preventivas de saúde visando garantir mais qualidade de vida para população

Trabalhando na prevenção, gestão do prefeito Edivaldo tem investido em programas que fortalecem a atenção básica em São Luís

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

 

Prefeito Edivaldo investe em ações preventivas de saúde visando garantir mais qualidade de vida para populaçãoAções de promoção e proteção da saúde têm sido uma das estratégias desenvolvidas pela Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, para garantir à população melhoria da qualidade de vida, redução de doenças e riscos à saúde. Com esse propósito, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) têm executado uma série de programas, práticas, projetos e ações na área de saúde preventiva, para combater endemias como dengue, chikungunya, zika vírus, esquistossomose, leishmaniose humana, além de reforçar o controle de doenças como hipertensão, diabetes, colesterol, obesidade, hanseníase, raiva animal e humana, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/Aids), entre outras.

O prefeito Edivaldo destacou como fundamental na gestão à saúde do município a gama de ações preventivas atualmente executadas com esse objetivo. "Visando à redução de muitas dessas doenças, não temos medido esforços para disponibilizar à comunidade campanhas de vacinação em massa ou direcionada a públicos específicos para chegarmos a máxima cobertura possível, conforme determinação do Ministério da Saúde. Além disso, temos colocado todo o nosso efetivo de agentes de saúde nas ruas para atacar os focos de doenças endêmicas em todos seus aspectos, seja por meio do trabalho de campo, visitas domiciliares, orientação à população, campanhas educativas nos bairros, nas escolas, e muitas outras ações para que, assim, possamos ampliar o nosso trabalho de saúde preventiva e proporcionarmos mais qualidade de vida à população", afirmou o prefeito Edivaldo.

Por meio da construção de políticas públicas saudáveis, que proporcionem também melhorias no modo de viver da população, a Prefeitura de São Luís tem enfrentando os ditos males da modernidade, como obesidade, hipertensão, estresse, ansiedade, depressão, doenças vasculares, entre outras, com ações de disseminação de informações, a fim de qualificar a atenção, orientar as pessoas ao tratamento adequado e contribuir para a melhoria das condições de saúde da população ludovicense.

 

Foi com esse propósito que a Prefeitura realizou a Semana Municipal de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, com atividades que envolveram todas as unidades de saúde da capital. Realizada até esta sexta-feira (26), a iniciativa é mais uma estratégia inserida entre os esforços para promoção da saúde preventiva da população e melhoria dos serviços públicos de saúde na rede municipal.

Além da aferição da pressão arterial das pessoas que buscaram atendimento nos postos de saúde, mais de 50 unidades da rede municipal de saúde promoveram também, entre outras atividades, rodas de conversa, dinâmicas e outras ações educativas com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os cuidados básicos para prevenir a hipertensão arterial, um mal que atinge aproximadamente 25% da população brasileira, segundo o Ministério da Saúde. Nas unidades de saúde também foram realizados procedimentos para rastreamento de pessoas que, mesmo sem sintomas aparentes, apresentam alterações na pressão arterial.

A ação se justifica pelos dados apresentados pelo E-SUS, que apontam que, em 2018, foram atendidos 65.171 pessoas com problemas relativos à hipertensão arterial, nas unidades básicas municipais.

"São ações que refletem grandemente na vida das pessoas. A atenção básica é um dos mais importantes pilares dentro da nossa estratégia de promoção à saúde da população e os investimentos na área, feitos com a orientação do prefeito Edivaldo, têm nos proporcionado resultados muito relevantes na redução de internações por doenças que podem ser combatidas com os cuidados preventivos", observou o titular da Semus, Lula Fylho.

 

Segundo o secretário, outra grande vantagem da saúde preventiva desenvolvida no município é que ela estimula o paciente a se tornar adepto de alguma atividade física, de maneira mais regular, o que proporciona mudanças de hábitos, momentos de alegria e bem-estar. Nesse sentido, a prefeitura instalou dezenas de academias de saúde ao ar livre, disponibilizando aos moradores de diversos bairros esses equipamentos.

VACINAÇÃO

Articulando recursos físicos, tecnológicos e humanos para enfrentar os problemas básicos de saúde, a Prefeitura de São Luís também tem empreendido grandes esforços para prevenir a população de endemias como as arboviroses (dengue, chikungunya e zika vírus), e doenças contagiosas e infecciosas, como o sarampo, a hanseníase e a tuberculose, por exemplo.

Para isso, a Prefeitura mantém postos de vacinação permanentes e volantes para imunizar a população contra diversas doenças, entre elas a gripe influeza, que está sendo intensificada com campanhas locais e colocação de pontos estratégicos, como em shoppings da capital, escolas, creches, entre outros espaços públicos. O objetivo é tornar mais acessível a vacina para o público-alvo, para atingir a meta projetada pelo Ministério da Saúde, que é de 95% do público-alvo, 254.958 pessoas.

 

A vacina está disponível para crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas acima dos 60 anos, trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis.

A imunização nos shoppings São Luís (Jaracati), da Ilha (Cohama) e Rio Anil (Turu) teve início na sexta (26) e vai até este sábado (27), prosseguindo em todas as sextas-feiras e sábados do mês de maio, sempre das 14h às 19h.

A imunização contra o sarampo, cujo retorno de casos no país e no mundo suscitou atenção redobrada para prevenção dessa grave virose, também tem recebido atenção especial na rede municipal de saúde. A vacinação contra o sarampo está disponível em todas as salas de imunização das unidades municipais, para crianças a partir de 1 ano e adultos até 49 anos.

Ainda como forma de garantir a saúde pública, a Prefeitura, na gestão do prefeito Edivaldo, vem desenvolvendo uma ampla campanha de imunização de cães e gatos contra a raiva. A ação está sendo intensificada durante toda a semana no Centro de Zoonoses e prossegue em forma de campanha nos fins de semana em diversos bairros da capital. Dados da Semus mostram que dos 160 mil animais que devem ser vacinados contra a raiva, 124.360 cães e gatos já receberam as doses. A vacinação acontece de casa a casa às sextas-feiras (tarde) e aos sábados (manhã).

ARBOVIROSES

O trabalho de saúde preventiva executado pela Prefeitura de São Luís também se reflete na redução dos casos de dengue, chikungunya e zika na cidade, resultado de um intenso acompanhamento dos agentes de saúde no combate à proliferação do Aedes aegypti. Os números traduzem o resultado positivo desse trabalho. Dados da Semus apontam que, do começo do ano até esta semana, foi registrada queda de 50,2% no número de arboviroses notificadas em comparação ao mesmo período do ano passado. A redução foi de 55,5% nos casos de dengue, 46% de chikungunya e 29% de zika, comparando o ano de 2017 com 2018.

A queda é fruto dos investimentos empreendidos na gestão do prefeito Edivaldo no combate ao mosquito. As ações preventivas, realizadas de forma contínua, conta com o suporte de uma equipe composta por 12 supervisores gerais, 48 supervisores de área e 325 agentes sanitários. Entre as atividades desenvolvidas pelos agentes estão visitas domiciliares; visita para inspeção e tratamento de pontos estratégicos (borracharias, cemitérios, ferros velhos), trabalho complementar de ações de educação em saúde e nebulização espacial com o carro fumacê.

Além desse trabalho, o município também desenvolve programas especiais de controle e combate às doenças infecciosas e contagiosas como a hanseníase e a ISTs/Aids, por exemplo. Segundo o secretário Lula Fylho, todas as unidades de saúde do município estão preparadas para fazer os exames iniciais para diagnóstico e tratamento da hanseníase, por meio do Programa de Controle da Hanseníase, desenvolvido com a orientação do prefeito Edivaldo. Além da oferta de consultas dermatoneurológicas, realizado nas unidade, também são promovidas palestras de orientação sobre a doença, entrega de material informativo e blitz educativa para conscientização da comunidade.

A população também conta com acesso mais fácil aos serviços de saúde preventiva no combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/Aids). As ações são realizadas nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) do Anil e do Lira. O trabalho também integra a política de saúde preventiva executada na gestão do prefeito Edivaldo. O serviço disponibiliza consultas, testes rápidos, imunização, aconselhamento, distribuição de medicamentos, preservativos, géis lubrificantes, entre outras ações preventivas na área.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem