agencia

Notícias

Quarta-feira, 12/06/2019 - 15h41

Prefeitura de São Luís capacita profissionais da saúde em métodos de tratamento e prevenção da sífilis

Participaram da capacitação gestores de unidades de saúde e centros de acolhimento do município; ação é parte da política de saúde promovida pela gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Gestores de unidades de saúde e centros de acolhimentos da Prefeitura participaram do treinamentoA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), promoveu, nesta quarta-feira (12), no auditório da Vigilância Epidemiológica (na Alemanha), treinamento sobre a sífilis do qual participaram gestores de unidades de saúde e centros de acolhimento. A capacitação foi realizada pela Coordenação de Controle das ISTs/AIDS e Hepatites Virais que repassou informações sobre novos métodos de tratamento e modelos de prevenção.

A ação faz parte da política de reforço e controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis  (ISTs) e AIDS, e serve de preparação para as iniciativas de conscientização durante as festas juninas deste ano. No trabalho, os responsáveis pelo acolhimento dos pacientes na rede pública foram submetidos a testes para auferir o grau de assimilação visando à aplicação imediata do tratamento contra a doença.

Para o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, a orientação advinda dos técnicos é de suma importância para a qualificação dos serviços. "Nossa rede de controle das ISTs está consolidada. Além de gestores, temos unidades especializadas no acolhimento e suporte dos usuários que, porventura, necessitaram de assistência por uma destas infecções", disse.

Durante uma das fases do treinamento, os gestores foram orientados acerca dos tipos de sífilis: precoce, latente e tardia que, com base em parecer técnico do Ministério da Saúde, se diferenciam pelo tempo de infecção de cada uma.

A rede municipal de Saúde disponibiliza o teste rápido para detecção da sífilis e tratamento; além de serviços especializados nos CTAs do Lira e do Anil, e no Centro de Saúde do Bairro de Fátima.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem