agencia

Notícias

Sábado, 13/07/2019 - 10h45

Mais um projeto desenvolvido na gestão do prefeito Edivaldo no Socorrão II é destaque nacional

O desenvolvimento de um dispositivo de baixo custo para medir angulação de cabeceira de leitos hospitalares foi reconhecido nacionalmente em congresso nacional sobre cuidado e segurança do paciente

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Profissionais da unidade de saúde desenvolveram um dispositivo de baixo custo para medir angulação de cabeceira de leitos hospitalares

Mais um trabalho colocado em prática no Hospital Clementino Moura - Socorrão II, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, tem reconhecimento nacional. O projeto desenvolvido por profissionais da unidade de saúde, intitulado "Desenvolvimento de dispositivo de baixo custo para medir angulação de cabeceira de leitos hospitalares", foi reconhecido nacionalmente no 1º Congresso da Sociedade Brasileira para Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (SOBRASP), que aconteceu no Rio de Janeiro. Na ocasião, a unidade demonstrou, por meio de equipamento desenvolvido pelos fisioterapeutas lotados no Socorrão II, Raissa Estrela Carvalho e Ênio Araújo Silva, que o acompanhamento do grau de angulação da cama onde são colocados os pacientes reduzem as infecções relacionadas à pneumonia, pela facilitação do fluxo de oxigênio na corrente sanguínea.

O equipamento, que ainda não tem nome definido e está sob processo de patenteamento, mantém a cabeceira da cama elevada entre 30 e 45 graus, obedecendo aos preceitos técnicos de garantia de ventilação mecânica ao paciente. Além de propiciar maiores chances de cura aos casos de infecções pulmonares, com o projeto – já em execução na unidade de saúde – o Município também conseguiu reduzir os custos no cuidado com o paciente e diminuir o tempo de internação, em alguns casos, em até 30%.

A secretária de Saúde em exercício, Natália Mandarino, esclarece que o acessório a ser incorporado aos leitos era necessário, já que não há equipamento semelhante no mercado. "Como a unidade de saúde, por questões mercadológicas, não teria como ter acesso a este equipamento, pensou-se nesta iniciativa do desenvolvimento deste equipamento que obteve reconhecimento nacional", disse, acrescentando que a iniciativa soma-se as ações que vêm sendo desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo visando garantir mais qualidade ao serviço oferecido nas unidades de saúde do município.

O projeto "Desenvolvimento de dispositivo de baixo custo para medir angulação de cabeceira de leitos hospitalares" foi elaborado em 2017 e sua execução foi finalizada no ano passado. O objetivo do projeto é reduzir em até 50% as infecções pulmonares até 2020. "Com base em acordo via Ministério da Saúde, estamos com esta meta. Sem dúvida, trata-se de um projeto pioneiro e cujos resultados positivos devem ser ainda melhores nos próximos anos", disse Raissa Estrela Carvalho, uma das elaboradoras do projeto.

DESTAQUE NACIONAL

O Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, o Socorrão II, reduziu a superlotação no primeiro semestre deste ano e, ainda, o tempo de atendimento a pacientes. A unidade de saúde em São Luís foi a instituição que apresentou o melhor resultado nesta etapa do projeto, ficando em primeiro lugar entre os 20 hospitais brasileiros participantes. A informação foi apresentada em maio deste ano como resultado da primeira etapa de implantação do projeto Lean nas Emergências, do Ministério da Saúde executado em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. Ambos os projetos do Socorrão II que obtiveram destaque nacional somam esforços às iniciativas da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior para promover melhorias na rede municipal de saúde.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem