agencia

Notícias

Quinta-feira, 18/07/2019 - 15h12

Gestores da rede municipal de Saúde são capacitados para aperfeiçoar o fluxo de medicamentos

A capacitação foi realizada com o objetivo de otimizar o fluxo de dados acerca do consumo e da distribuição de medicamentos e faz parte dos investimentos da gestão do prefeito Edivaldo para melhorias na área da Saúde

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Gestores da rede municipal de Saúde são capacitados para aperfeiçoar o fluxo de medicamentosA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) promoveu, na tarde desta quarta-feira (17), um curso de capacitação aos gestores de unidades da rede municipal de Saúde. A capacitação foi realizada com o objetivo de otimizar o fluxo de dados acerca do consumo e da distribuição de medicamentos. Considerando que a capacitação reduz o tempo para que o paciente tenha acesso ao medicamento, a iniciativa faz parte dos investimentos da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior para melhorias na área da Saúde.

No total, cerca de 100 profissionais receberam dicas para facilitar o envio de informações fundamentais para o controle de saída e chegada dos materiais usados no tratamento de pacientes. Atualmente, a pasta recebe os materiais do Ministério da Saúde que, por sua vez, são checados e monitorados pela Superintendência de Material e Patrimônio da Semus.

Presente à atividade, o secretário-adjunto da Semus, Marcos Pantoja, ressalta que o trabalho é de fundamental importância para diminuir os prazos de envio e recebimento dos medicamentos nas unidades. "Desta forma, as farmácias estarão abastecidas em tempo ainda mais hábil e, em consequência, o tempo para que o paciente tenha acesso a esse medicamento é menor", disse.

A farmacêutica vinculada à Semus e responsável pela capacitação técnica, Juliana Marques, disse que o sistema utilizado é avalizado pelo Ministério da Saúde. Para ela, com as informações, estima-se avanço de 30% na fluidez no repasse dos dados e dos medicamentos. "É a gestão pública preocupada também com o tempo de resposta a ser dado ao cidadão na rede", frisou.

Para Célia Bastos, diretora do Centro de Saúde do Bairro de Fátima, que esteve na capacitação, os dados serão utilizados no dia a dia. "Nossa unidade dispõe de farmacêuticos e membros do setor administrativo que checam periodicamente nosso estoque de medicamentos. Com estas informações, nosso setor que já é elogiado pela população será ainda mais", afirmou.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem