agencia

Notícias

Quinta-feira, 05/09/2019 - 08h40

Prefeitura inicia atendimento exclusivo às pessoas com deficiência no Setor de Gratuidade do Terminal da Praia Grande

Iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo visa proporcionar maior comodidade a esta parcela da população; terminais da Cohama-Vinhais, Cohab-Cohatrac e São Cristóvão atendem idosos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura inicia atendimento exclusivo às pessoas com deficiência no Setor de Gratuidade do Terminal da Praia GrandeA Prefeitura de São Luís destinou o Setor de Gratuidade do Terminal da Praia Grande ao atendimento exclusivo das pessoas com deficiência que buscam a solicitação do benefício. No local, o atendimento apenas para esse público iniciou na segunda-feira (2). A iniciativa, que segue a orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, visa proporcionar maior comodidade às pessoas com deficiência atendidas pela Coordenação de Gratuidade da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT).

O titular da SMTT, Canundé Barros, informa que os aposentados, idosos acima de 65 anos e idosos entre 60 e 64 anos, que antes solicitavam os serviços naquele setor do Terminal da Praia Grande, estão sendo atendidos agora nos postos localizados nos terminais da Cohama-Vinhais, Cohab-Cohatrac e São Cristóvão.

"Fizemos essa mudança para que as pessoas com deficiência tenham um atendimento com maior rapidez, considerando que havia no espaço uma grande concentração de outras categorias de beneficiados pela gratuidade do transporte, que agora podem ser atendidas em outros terminais de integração, sem prejuízo de um atendimento com qualidade e humanizado", observou Canindé Barros.

Também têm prevalência de atendimento no Setor de Gratuidade do Terminal da Praia Grande as pessoas que apresentam deficiências por conta de algumas condições especiais definidas por lei estadual, como pessoas com câncer, HIV, pacientes hemodialíticos, cardiopatas, entre outras.

A exclusividade  de atendimento no setor de Gratuidade do Terminal da Praia Grande às pessoas com deficiência tem a aprovação dos beneficiários do serviço, como a professora Dalva Leite. "Achei louvável a iniciativa, pois a concentração de pessoas aqui, antes, era  grande e os beneficiários com deficiência esperavam por um tempo sua vez de ser atendido. Agora vai ficar mais rápido porque só uma categoria é recebida aqui", relatou.

Quem também gostou da mudança foi o autônomo José Raimundo Cutrim, 62 anos. "Foi importante deixar esse espaço apenas para as pessoas com deficiência. Temos mais dificuldade de locomoção e esperar por muito tempo o atendimento às vezes torna-se penoso para muitas pessoas. Por isso considero a iniciativa muito providencial", disse.

BENEFÍCIO

O posto de atendimento do terminal da Praia Grande atendia cerca de 300 pessoas por dia, sendo que 60% delas são pessoas com deficiência. O restante são pessoas buscando informações, idosos solicitando o passe livre ou mesmo para revalidar seu benefício. No local também funciona o setor de agendamento e realização de perícia médica, onde os beneficiários são avaliados pelos médicos peritos para a aquisição do benefício.

Os postos de gratuidade nos outros terminais de integração já fazem esse trabalho direcionado ao atendimento de pessoas idosas, além do atendimento ao aposentado do estado e do município de São Luis. Porém, algumas pessoas desconhecem o atendimento e acabavam se deslocando para o Terminal da Praia Grande, ocasionando grande demanda tornando dificultoso o atendimento às pessoas com deficiência, problema sanado com a destinação exclusiva do espaço para esse público.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem