agencia

Notícias

Quarta-feira, 04/09/2019 - 08h56

Prefeitura de São Luís finaliza mais uma oficina no Centro de Capacitação em Culinária Típica

As oficinas oferecidas pelo equipamento da gestão do prefeito Edivaldo têm o intuito de fomentar a economia local por meio da capacitação e do incentivo ao empreendedorismo e, ainda, fortalecer a cultura gastronômica local

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís finaliza mais uma oficina no Centro de Capacitação em Culinária TípicaA gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior realizou nesta terça-feira (3) o encerramento da 5ª Oficina Sabores da Terra, realizada no Centro de Capacitação em Culinária Típica, no Museu da Gastronomia Maranhense, localizado no Centro Histórico de São Luís. As oficinas oferecidas pelo equipamento têm o intuito de fomentar a economia local por meio da capacitação e do incentivo ao empreendedorismo e, ainda, fortalecer a cultura gastronômica local, dotada de características singulares. Nesta edição da oficina, foram produzidos pelos participantes pratos à base de camarão, como o tradicional vatapá.

A primeira-dama Camila Holanda acompanhou o encerramento da oficina. "A intenção do prefeito Edivaldo Holanda Junior é despertar o olhar das pessoas para o que temos de melhor na nossa cidade. Isso, é valorizar a nossa cultura, o turismo e a nossa história. Esta oficina faz parte das grandes ações da gestão do prefeito Edivaldo executadas para promover o resgate do amor pela cidade, incentivando os cidadãos a cuidarem com carinho melhor desse patrimônio que é mundial", disse a primeira-dama.

As oficinas oferecidas pelo Centro de Capacitação em Culinária Típica inclui parte teórica e prática, além de visita guiada pelo Museu da Gastronomia. Na parte teórica, os participantes aprendem sobre a história e a cultura do Maranhão e como estas influenciaram na riqueza da gastronomia local. Já na parte prática, os alunos elaboram os pratos com o auxílio de um chef de cozinha especializado do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), parceiro das oficinas. Cerca de 100 pessoas já foram capacitadas pelas capacitações oferecidas pelo centro desde a inauguração, em junho deste ano.

"É importante promover esse resgate e viver a gastronomia local à luz da história e da cultura da nossa cidade. Além de ser um canal de instruções para a elaboração de pratos típicos, as oficinas contribuem para a preservação da memória da nossa cidade através da gastronomia. Os resultados têm sido muito positivo e se somam aos esforços da gestão do prefeito Edivaldo para a promoção da cultura e do turismo local e para a revitalização do Centro Histórico da cidade", destacou a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.

Outras edições da oficina foram realizadas tendo como produtos de base a macaxeira, a vinagreira, o milho e o bacuri. Desta vez, o camarão foi a base principal das receitas preparadas pelos alunos. Foram produzidos o vatapá, a torta de camarão e o arroz branco para acompanhar os pratos típicos. Os alimentos são facilmente encontrados na gastronomia maranhense e se configuram como comida típica da culinária local.

A oficina foi avaliada positivamente pelos participantes. "Eu amo cozinhar. Faço isso aos fins de semana, ou quando me pedem. Aprendi muitas coisas aqui, especialmente um modo diferente e mais prático de preparar a torta de camarão. Achei muito boa a oficina", disse a pedagoga Silvia Andrade, 57 anos. "Para mim, foi uma oportunidade para ampliar meus conhecimentos na área. Acredito que ações como essa têm muito a acrescentar ao meu aprendizado", ressaltou a estudante de gastronomia, Cardênia Costa, 53 anos.

MUSEU DA GASTRONOMIA

O Museu da Gastronomia Maranhense foi inaugurado em junho deste ano e já recebeu mais de 5 mil visitantes que aprendem sobre a cultura maranhense através da história da gastronomia local. No espaço do museu, um passeio pelos produtos, pratos típicos, bebidas, utensílios, personagens, festejos e um pouco da história das culturas que influenciaram a gastronomia maranhense. Localizado em um casarão reformado na Rua da Estrela, o equipamento funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 12h.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem