agencia

Notícias

Sexta-feira, 13/09/2019 - 08h42

Prefeitura de São Luís inicia serviços de demolição do prédio "Balança mais não cai", no São Francisco

Estudo técnico preliminar apontou que a melhor maneira de realizar a demolição será de forma manual, a fim de garantir a segurança dos moradores das áreas ajacentes ao edifício

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís inicia serviços de demolição do prédio ″Balança mais não cai″, no São FranciscoA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), iniciou os trabalhos de demolição do prédio Santa Luzia, conhecido como "Balança, mas não Cai", no bairro São Francisco. O acompanhamento técnico dos trabalhos está sendo feito por funcionários da Semurh e da Blitz Urbana, que realizaram vistoria antes da limpeza do lugar. No momento trabalhadores estão realizando a colocação de escoras na estrutura térrea e nos andares superiores do prédio, por onde a demolição começou com utilização de equipamentos manuais. 

O titular da Semurh, Mádison Leonardo Andrade, acompanhou a vistoria no local, para verificar a situação da área, e delinear junto à empresa responsável pelo serviço o início do trabalho de demolição do prédio. Após um minucioso estudo técnico preliminar, verificou-se que somente seria possível realizar a demolição manual do edifício. Qualquer outra forma, como a implosão, por exemplo, não caberia, dado ao fato de o prédio estar localizado entre outros edifícios e muito próximo de outras residências do bairro", observou o titular da Semurh.

O engenheiro que acompanha o serviço, Dário Costa, explicou que a demolição está sendo realizada de cima para baixo, com auxílio de marteletes. Para realizar o trabalho de demolição manual, toda a estrutura do prédio foi totalmente escorada dentro das normas técnicas de engenharia que preveem esse tipo de serviço. "Todo o trabalho está sendo acompanhado por engenheiros especializados, técnicos de segurança do trabalho e outros profissionais que dão suporte técnico ao serviço de demolição do prédio sem riscos à população", afirmou Dário Costa.

Para garantir a tranqüilidade e segurança do serviço, toda a área de ocupação do prédio foi isolada, evitando que a poeira se propague pela região, atingindo a avenida Castelo Branco. A retirada dos entulhos será feito por meio de máquina patrol e caçambas. A Semurh vai orientar sobre a destinação do material.

ESTUDOS

Para demolição do prédio Santa Luzia, a Prefeitura de São Luís realizou estudos técnicos para garantir a melhor forma de fazer o serviço sem prejuízos às edificações e aos moradores vizinhos. A operação de interdição da estrutura começou com a desocupação do prédio, que havia sido ocupado irregularmente por cerca de 60 pessoas. Todas foram previamente referenciadas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras), do São Francisco, e cadastradas no Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e no Cadastro Único, para inserção nos programas governamentais de transferência de renda, Aluguel Social ou contempladas com unidade do programa Minha Casa, Minha Vida. A ação de remanejamento viabilizou ainda toda a logística para o transporte dos móveis e utensílios dos moradores do edifício.

A enfermeira Virgínia Sousa Teles, 45 anos, moradora do São Francisco, disse que a demolição segura do prédio tranquiliza os moradores das áreas adjacentes. "Esse prédio sempre foi uma grande preocupação para todos nós que moramos nas proximidades, pois sabíamos que ele estava com a estrutura comprometida. Saber que, enfim, o prédio será demolido, é algo que nos deixa realmente mais tranquilos", disse.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem