agencia

Notícias

Sexta-feira, 20/09/2019 - 08h45

Prefeitura de São Luís participa de atividades do Programa Protegendo Sonhos, na Bahia

Programa é uma iniciativa da Fundação Abrinq, em parceria com a SC Johnson e a Prefeitura de São Luís; ação integra a politica educacional da gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís participa de atividades do Programa Protegendo Sonhos, na BahiaA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) está participando em Salvador (BA), nesta quinta-feira (19) e sexta-feira (20) do intercâmbio de experiências das atividades do Programa Protegendo os Sonhos, uma iniciativa da Fundação Abrinq, em parceria com a SC Johnson e a Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias municipais de Educação (Semed) e da Criança e Assistência Social (Semcas). A ação integra a politica educacional da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

A técnica da Semed, especialista em Educação, Patricia Rackel Caldas, que na ocasião está representando a secretaria, disse que esta é uma excelente oportunidade para troca de experiências. "Conheci, com os representantes das outras cidades, a experiência de Salvador de ampliação da jornada escolar no equipamento da educação municipal, que é o Subúrbio 360°, onde os estudantes realizam atividades no contraturno, a exemplo da Escola Laboratório (Escolab), que oferece, em parceria com o Google e a SmartLab, atividades educativas com a utilização de jogos de raciocínio lógico e linguagem, experimentações artísticas e científicas, com o uso de tablets e impressoras tridimensionais", disse.

Em São Luís, o programa é implementado em sete Unidades de Educação Básica (U.E.Bs.). São elas: Haydee Chaves, Santa Clara, Primavera, Menino Jesus De Praga, Alberto Pinheiro, Rosália Freire e Rubem Almeida, com envolvimento direto dos professores de português e matemática, educadores das escolas e ainda orientadores dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e técnicos da Semed e Semcas. 

PROTEGENDO SONHOS

O programa já beneficiou mais de 13.900 crianças e adolescentes em quatro capitais do Brasil (São Luís, São Paulo, Salvador e Vitória). Para a coordenadora do Protegendo Sonhos da Fundação Abrinq, Daniela Florio, compartilhar experiências é enriquecedor. "O público, em todo Brasil é muito semelhante, são crianças e adolescentes de escola pública e todos têm direito à educação integral, falar da experiência de cada escola, é enriquecedor", pontuou.

O cronograma de atividades encerra com o Grupo de Trabalho que tem como objetivo avaliar a implantação do programa nas cidades.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem