agencia

Notícias

Sexta-feira, 04/10/2019 - 14h47

Prefeitura de São Luís verificará caixas d´água de difícil acesso para controle de focos do Aedes aegypti

Ação será realizada de segunda (7) a sexta (11), no bairro Alemanha e contará com o acompanhamento do Corpo de Bombeiros do Maranhão e Defesa Civil Municipal; estratégia integra o planejamento em saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís verificará caixas d´água de difícil acesso para controle de focos do Aedes aegyptiA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em conjunto com o Corpo de Bombeiros do Maranhão e a Defesa Civil Municipal, realizará a partir desta segunda-feira (7) até sexta (11), das 8h às 12h, no bairro Alemanha, a verificação das caixas d´água de difícil acesso em residências, que, porventura, ainda não tenham sido fiscalizadas por fatores logísticos. O objetivo do trabalho é checar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e de outras doenças como zika e chikungunya. A ação soma-se a outras estratégias colocadas em prática pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior com vistas ao fortalecimento da saúde preventiva na capital.

De acordo com o Programa de Controle de Arboviroses da Semus – ligado à Superintendência de Vigilância Epidemiológica – outra finalidade do trabalho, em caráter de teste, é esclarecer as dúvidas dos agentes de saúde sobre a fiscalização dos depósitos de armazenamento, obedecendo aos limites de segurança. Nos locais será possível, por exemplo, a colocação de larvicidas nos depósitos suscetíveis a focos do mosquito. ​

O trabalho da Semus segue orientação do Ministério da Saúde (MS), que prevê nos estados e municípios brasileiros a manutenção e ampliação dos serviços de controle das enfermidades ligadas ao Aedes. “Desde o início do ano, a gestão do prefeito Edivaldo reforçou as ações de combate à dengue e outras doenças, com trabalho inclusive nas áreas limítrofes da Ilha. Como os agentes nos abordavam informando que nem sempre era possível o acesso às caixas d´água, por estarem em locais de difícil acesso nas casas, o município chamou os órgãos de segurança para nos auxiliar no trabalho”, disse o secretário titular da Semus, Lula Fylho.

Após o teste no bairro Alemanha, será possível a ampliação do trabalho para outras localidades. “Como é um ponto ainda com registros de doença, vamos iniciar as ações por este bairro. Mas a meta é ampliar para toda a cidade”, afirmou o responsável pelo Programa de Arboviroses de São Luís, Pedro Tavares.

Em julho deste ano, uma força-tarefa com equipes da Prefeitura de São Luís, da Agência Metropolitana do Estado, Exército e Correios ocorreu na Cidade Olímpica e em outros bairros adjacentes. A iniciativa integrou as ações da Semana de Mobilização de Combate à infestação do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

SAIBA MAIS  

Além da inclusão de larvicidas, é importante que a população se atente ao recolhimento de resíduos potencialmente favoráveis à infestação do mosquito, como recipientes, pneus velhos, tampas de garrafas, cacos, entre outros materiais.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem