agencia

Notícias

Domingo, 06/10/2019 - 09h28

Professores da rede municipal de Ensino debatem a construção da educação de qualidade social e seus desafios

A programação faz parte do Plano de Intervenção Pedagógica (PIP) São Luís, executado pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior com o objetivo de promover melhoria dos resultados educacionais

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Professores da rede municipal de Ensino debatem a construção da educação de qualidade social e seus desafiosProfessores dos 4º e 5º anos da rede municipal de Ensino participaram da palestra com o tema "A construção da educação de qualidade social e a intervenção pedagógica: desafios, reflexões, conexões”, realizada nesta quinta-feira (3) e sexta-feira (4) pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) em parceria com a Consultoria Gazolla, no Auditório Santa Amélia. A programação faz parte do Plano de Intervenção Pedagógica (PIP) São Luís, executado pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior com o objetivo de promover a reflexão sobre a corresponsabilidade dos diferentes atores educacionais nas ações de intervenção pedagógica para garantir a melhoria da aprendizagem dos alunos e dos resultados educacionais.

“A Semed vem realizando esses encontros para melhorar os índices da alfabetização e da matemática, que são aprendizagens essenciais para a vida dos nossos estudantes. Nossos professores estão sendo orientados sobre quais conteúdos fortalecer a partir dos resultados das avaliações internas e externas para garantir ao alcance dos objetivos e metas de aprendizagem”, afirmou o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

O Programa de Intervenção Pedagógica tem como principal objetivo incentivar os professores da rede municipal a melhorarem as práticas educacionais em sala de aula. O PIP conta com esses encontros, cada vez mais frequentes, para melhorar os índices do Sistema Municipal de Avaliação Educacional de São Luís (Simae) e Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

“O programa intensifica a formação continuada dos profissionais da rede, já que é a sequência de um trabalho que teve início há alguns meses e também por trazer os professores para analisar os resultados que obtivemos, do contexto que nós vivemos e os esforços necessários para oferecermos uma educação pública de qualidade”, ressaltou a diretora do Centro de Educação do Formador (CEFE), Rosa Faro.

A consultoria Gazolla levou para o encontro um material que tem 60 lições de língua portuguesa para o 2º ano, 31 lições para alunos não alfabetizados das turmas de 4º e 5º ano, 60 lições de língua portuguesa e 20 lições de matemática para o trabalho da proficiência com os alunos do 5º ano.

Essas lições são estratégias usadas pelo PIP com o objetivo de melhorar o aprendizado dos estudantes e consequentemente, aumentar os índices do SIMAE e SAEB, sistemas de avaliação presentes na Rede. “Essa palestra é muito importante por mostrar as realidades que temos e como transformá-las. Cada setor tem suas dificuldades e problemas, e essas palestras ajudam no trabalho de solução desses problemas de maneira uniforme”, explicou a professora Anety Fonteles, da U.E.B Galileu Clementino Ramos Santos.

Recentemente, os estudantes do 5º e 9º ano participaram da avaliação formativa Avalia São Luís, que faz parte do Sistema Municipal de Avaliação Educacional de São Luís de São Luís (Simae) e no dia 21 de outubro, farão a avaliação nacional do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). A partir dos resultados os professores farão novas intervenções pedagógicas para efetivar a aprendizagem dos estudantes.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem