agencia

Notícias

Sábado, 23/11/2019 - 10h56

Prefeito Edivaldo inaugura Fonte das Pedras, ponto turístico no Centro Histórico da capital

Logradouro foi reformado pela Prefeitura de São Luís, por meio do programa São Luís em Obras, em parceria com o IPHAN e integra o maior pacote de serviços realizados no Centro nos últimos 30 anos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeito Edivaldo inaugura Fonte das Pedras e segue com programa de requalificação do Centro Histórico da capitalEspaço que remonta aos primeiros anos da ocupação de São Luís, a Fonte das Pedras foi totalmente reformada pela Prefeitura de São Luis em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Na manhã deste sábado (23), o prefeito Edivaldo Holanda Junior fez a entrega do logradouro que agora volta a fazer parte do dia a dia da população da cidade. Os serviços integram o programa São Luís em Obras e marcam uma nova etapa da revitalização do Centro de São Luís, que recebe o maior pacote de ações dos últimos 30 anos. Os frequentadores do espaço aprovaram os serviços executados.

O prefeito Edivaldo esteve acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, do vice-prefeito, Julio Pinheiro, do superintendente do IPHAN no Maranhão, Maurício Itapary, e de secretários municipais, entre os quais o titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação, que coordenou as obras de reforma, Mádison Leonardo Andrade. Durante a entrega das obras, o prefeito destacou as revitalização pelas quais passa o Centro e confirmou novas obras para a região.

“A entrega da Fonte das Pedras integra o amplo conjunto de obras que temos executado em São Luís por meio da parceria entre a Prefeitura e o IPHAN. Este será mais um espaço de convivência, lazer, de promoção da nossa cultura e de fortalecimento da história da nossa cidade. Dando continuidade a este trabalho estamos finalizando a licitação da recuperação da Fonte do Bispo, obra que irá contemplar toda a região do Anel Viário, dando nova vida a esta parte do Centro de São Luís, entre outras obras já previstas para toda a região”, informou o gestor municipal.

A restauração da Fonte das Pedras compreendeu serviços de recuperação total do piso, do deck de madeira e da calçada externa; limpeza das galerias e dos tanques que recebem a água da fonte; recuperação das luminárias coloniais e pintura geral das paredes e dos gradeados. As carrancas da fonte passaram por serviços de limpeza geral. Para deixar o espaço ainda mais aprazível à apreciação pública, foi desenvolvido um novo projeto paisagístico na área.

O superintendente do IPHAN-MA, Maurício Itapary, aproveitou para reforçar a importância do papel da população e dos frequentadores do espaço para garantir a preservação do logradouro. “A fonte passou por uma ampla reforma. Toda sua estrutura física foi recuperada. Por isso, a população precisa fazer sua parte e cuidar deste importante marco da nossa cidade que é a Fonte das Pedras devido sua importância histórica para a cidade”, comentou. 

O vice-prefeito, Julio Pinheiro, destacou o esforço da Prefeitura de São Luís para garantir a recuperação do patrimônio histórico da cidade. “Este é um trabalho muito importante, fruto de um planejamento que visa desenvolver as áreas históricas da nossa cidade, recuperando seu potencial turístico, o sentimento de pertencimento da população e reativando as atividades econômicas do entorno que se fortalecem à medida que as políticas implantadas pela gestão do prefeito Edivaldo promovem a reocupação destes espaços”, disse.

SOBRE A OBRA 

O projeto de restauração do logradouro contemplou ainda a instalação de novas lixeiras, reforma dos banheiros, recuperação do reboco, pintura da fachada e a instalação de rampas e piso tátil para garantir a acessibilidade de todos os frequentadores sem distinção.

O secretário Mádison Leonardo Andrade explicou como se dará o trabalho de preservação do espaço. “A Guarda Municipal fará a fiscalização constante para evitar a depredação do patrimônio público da Fonte das Pedras. O local passará a contar com um ponto fixo da Guarda Municipal que estará presente para evitar o uso indevido e a ocupação irregular, garantindo que este seja mais um espaço entregue pela gestão do prefeito Edivaldo que seja reocupado respeitando o patrimônio público”, informou.

REOCUPAÇÃO DO ESPAÇO

Logo que os portões da fonte foram abertos, dezenas de pessoas começaram a ocupar o espaço, conferindo o resultado da reforma executada. Comerciante que trabalha próximo à fonte, Raimundo Fidélix Barbosa, ainda lembra do estado precário em que a fonte se encontrava. “Eu trabalho há mais de 30 anos aqui ao lado da fonte e nesse período vi esse espaço ser abandonado. Fiquei muito feliz quando soube que ela seria reformada. Espero que as pessoas cuidem e que ela se mantenha sempre bela”, disse.

Luís César Ramos da Silva é morador do Centro de São Luís, na Rua de Santaninha, e disse que deixou de frequentar a Fonte das Pedras por causa do estado precário do espaço. “Agora eu vou voltar a frequentar a fonte sempre. E acredito que assim como eu muita gente que deixou de frequentar a fonte por causa da situação em que ela se encontrava, vai voltar a usar esse espaço”, comentou.

Eliane Pereira Aguiar, moradora da zona rural, contou que sempre passava pela fonte quando precisava ir ao Centro de São Luís e agora vai retomar esse hábito. “Estava tudo muito sujo, desorganizado, bancos quebrados. Agora a gente pode caminhar com calma, sentar, descansar à sombra das árvores. Eu gostei muito do trabalho que fizeram”, afirmou.

HISTÓRIA DA FONTE

Com fachada voltada para Rua Antônio Rayol, laterais para as ruas da Inveja e dos Mocambos e fundos para a Fábrica Santa Amélia, no Centro de São Luís, a Fonte das Pedras é considerada um dos mais importantes pontos turísticos da capital maranhense. Sua história remonta aos primeiros anos da ocupação européia da Ilha de Upaon-Açu.

A história da Fonte das Pedras está ligada a dois momentos históricos maranhenses: o local serviu de acampamento para o comandante português Jerônimo de Albuquerque e suas tropas, antes de expulsar os invasores franceses do Maranhão, chefiados por Daniel de La Touche, em 1615. Durante a invasão holandesa, em 1641, os holandeses canalizaram as águas e construíram a primeira edificação da fonte.

Em 1762, a Fonte das Pedras estava em ruínas e a reconstrução do espaço com as características que conserva até hoje, com bicas e carrancas em lioz português, frontão de alvenaria, calçamento, galerias subterrâneas, deu-se no período de 1819-1822, durante o governo de Bernardo da Silveira Pinto da Fonseca. A fonte recuperada recebeu um muro com portão em estilo colonial, que passou a protegê-la.

Foi modificada em 1832 pelo engenheiro maranhense José Joaquim Lopes, que traçou a forma atual da fachada, em estilo colonial português e projetou o tanque para escoamento da água das bicas. O espaço é tombado pelo IPHAN desde 1963. A Fonte das Pedras estará aberta para visitação das 8h às 18h todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem