agencia

Notícias

Quinta-feira, 05/12/2019 - 15h17

Prefeitura de São Luís lança programa Informante Anfitrião que capacita jovens para serem multiplicadores de informações turísticas

Iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo tem financiamento de recursos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente com foco na revitalização do Centro Histórico

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís lança programa Informante AnfitriãoO auditório térreo do Convento das Mercês foi tomado por adolescentes moradores do bairro Liberdade e do Centro Histórico, na tarde desta quarta-feira (4), para o lançamento do projeto Informante Anfitrião, voltado para a formação e inserção de 60 jovens de 16 a 17 anos, com atividades pedagógicas, na área social e de turismo, para atuarem como multiplicadores de informações turísticas e sociais, nos principais pontos turísticos da cidade, como igrejas, museus e locais de atendimento turístico. A iniciativa é da Prefeitura de São Luís por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), da secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) e da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e integra a politica de revitalização do Centro Histórico implementada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

O projeto recebeu financiamento de recursos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e está sendo executado pela Fumph, com foco no apoio ao desenvolvimento de ações e estratégias direcionadas à revitalização do Centro Histórico, com o propósito de reduzir a vulnerabilidade social dos moradores.

"Este é um grande momento para a revitalização do Centro Histórico de São Luís e que o prefeito Edivaldo tem colocado como uma das prioridades da gestão. E se estamos investindo tanto em obras de requalificação, de revitalização do Centro da cidade, a comunidade também deve estar inserida nesse processo. E o projeto Informante Anfitrião traz a participação efetiva dos jovens dentro desse processo", disse o presidente da Fumph, Aquiles Andrade.

O projeto Informante Anfitrião desenvolve ações relacionadas ao turismo e cidadania, para jovens entre 16 e 17 anos em situação de vulnerabilidade social, planejando e executando uma política municipal de amparo e assistência social. Nesta proposta são incluídas também atividades de monitoramento pedagógico e acompanhamento sociofamiliar, além de atividades de integração e de formação continuada para potencializar a percepção do ambiente em que vivem os jovens e suas famílias e a importância no contexto urbano e social. O projeto tem o propósito de realizar uma qualificação profissional voltada para o conhecimento na área da cidadania e do turismo. Além disso, as atividades estarão direcionadas para o desenvolvimento pessoal e coletivo da cada participante.

A secretária Socorro Araújo falou sobre a importância da ação. "O projeto é muito importante para a cidade e para as pessoas porque traz a melhoria da autoestima do jovem, de buscar novos caminhos profissionais, de incentivá-lo ao desenvolvimento da atividade turística e de se tornar um grande anfitrião da cidade. É uma porta que se abre para a profissionalização desses jovens".

“Quero destacar a preocupação da gestão do prefeito Edivaldo em integrar o trabalho de duas secretarias e uma fundação, para realizar o Informante Anfitrião. É muito importante para os meninos e meninas que vão participar e que vêm do centro e da Liberdade. É uma forma diferenciada de capacitação, de conhecer a cidade, além de ser uma forma de geração de renda para as famílias por causa da bolsa, o que possibilita a melhoria na condição de vida desses jovens. Esperamos ampliar o número de informantes de 20 para muito mais”, observou a secretária Municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande.

Pâmela de Jesus, 17, que vive com a família no Centro, disse que não é do tipo de pessoa que fica parada. “Sempre vou atrás de oportunidades e esse curso vai trazer melhorias para a minha vida”. Davi Feitosa, 16, estava acompanhado da mãe. Ele lembrou que falta um ano para terminar o Ensino Médio. “Eu sonho em estudar História, mas por enquanto recebo este curso como mais um estímulo para eu continuar e não desistir de me formar e de me capacitar em uma coisa boa”.

Participaram do evento o empresário e professor Diego Alves e a pedagoga Ana Michele Mendonça. Os dois são ex-Informantes Jovens, como era chamado o projeto, há 10 anos. Michele falou aos jovens sobre suas experiências naquele momento. “Eu fiquei muito emocionada porque já estive no lugar que eles estão hoje. Este curso até hoje é importante para a minha área de atuação que é a pedagogia. Em muitas situações, no meu trabalho, consigo mostrar a cidade através do meu olhar, das minhas capacitações desenvolvidas junto com a equipe da Setur e da Semcas”, disse.

CURSO

A Setur é responsável  por ministrar o Curso de Informações Turísticas, com transmissão de conteúdo focado nos atrativos turísticos de São Luís, além do passeio pelo Centro Histórico e a Semcas realizará capacitação na área de cidadania, para que os mesmos possam atuar como protagonistas nos locais de planejados e nas suas comunidades. O curso tem carga horária de 60 horas desenvolvidas pela Setur e Semcas e garante bolsa-incentivo de 50% do salário mínimo aos 20 jovens selecionados para participarem do projeto, após inserção oficial até o período de encerramento da turma.

O programa vai acompanhar as famílias dos Informantes Anfitriões, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Casa do Bairro da Semcas, além de monitorar os informantes anfitriões por meio de visitas técnicas nos locais de atividade laboral e garantir oficinas de Formação Complementar semanais para todos os informantes inseridos, seja com atividades de lazer, culturais ou de integração.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem