agencia

Notícias

Quinta-feira, 05/12/2019 - 17h27

Prefeito Edivaldo assina Ordem de Serviço para reforma das praças da Saudade e da Misericórdia

Assinatura marca as comemorações pelo Dia Municipal do Patrimônio; obras de requalificação somam-se a outras como as reformas do Complexo Deodoro e Rua Grande, feitas pelo IPHAN em parceria com a Prefeitura e ainda outras que serão executadas a exemplo do Largo do Carmo e praça João Lisboa

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeito Edivaldo celebra Dia Municipal do Patrimônio com assinatura de Ordem de Serviço para reforma das praças da Saudade e Misericórdia Como parte das comemorações pelos 22 anos de São Luís como cidade Patrimônio da Humanidade - celebrado nesta sexta-feira (6), Dia Municipal do Patrimônio -  o prefeito Edivaldo Holanda Junior assinou, nesta quinta-feira (5), Ordem de Serviço para a reforma das praças da Saudade e da Misericórdia, como parte do macroprograma de revitalização do Centro Histórico, implementado pela Prefeitura de São Luís. A requalificação das praças também faz parte do conjunto de ações do programa São Luís em Obras que, executado pelo prefeito Edivaldo, vem promovendo o desenvolvimento da cidade através de serviços em diversos setores como infraestrutura, saúde, educação, assistência social e outros.

“Com obras expressivas como a requalificação do Complexo Deodoro, da Rua Grande e da Praça Pedro II, feitas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em parceria com a Prefeitura, além da criação do Museu da Gastronomia, as reformas da Praça do Pescador, entre muitas outras, nossa gestão tem ampliado os investimentos no Centro Histórico de São Luís que recebe o maior volume de investimentos dos últimos 30 anos. Esse trabalho vem apresentando resultados positivos como a reocupação e valorização da área considerada Patrimônio da Humanidade, bem como o fortalecimento do comércio na região e, principalmente, o resgate do sentimento de pertencimento na população”, destacou o prefeito Edivaldo acrescentando que a reforma das praças da Saudade e da Misericórdia é mais um presente para São Luís e para a população. 

O vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro, também acompanhou a assinatura da Ordem de Serviço para a reforma das praças. “A gestão do prefeito Edivaldo tem realizado intervenções significativas na cidade de São Luís, promovendo especialmente a recomposição de espaços públicos importantes para a nossa história. Além de valorizar o patrimônio, esse trabalho vem tornando São Luís uma cidade mais bonita e deixando o povo ainda mais orgulhoso”, ressaltou o vice-prefeito.

Praça da Misericórdia em perspectiva

O projeto de requalificação da Praça da Misericórdia prevê melhorias em diversas áreas como limpeza, infraestrutura e segurança. Proporcionando condições para a sua apropriação não só pelos moradores, mas também por visitantes e turistas. Assim como a Praça da Misericórdia, a Praça da Saudade será contemplada com projeto paisagístico e nova iluminação. O espaço também receberá mobiliário urbano e quiosques para organização do comércio na área. O projeto inclui ainda instalação de parada de ônibus e acessibilidade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.As obras são financiadas por um convênio com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O secretário municipal de Projetos Especiais, Gustavo Marques, reforça o objetivo do trabalho que será realizado nos espaços. “Hoje, esses logradouros públicos estão sem condições de uso pela população. A proposta desta reforma é devolver aos ludovicenses estes espaços, oferecendo condições de uso, a exemplo do trabalho que também vem sendo realizado no Parque do Bom Menino e na Praça da Bíblia, obras que integram este conjunto de investimentos do prefeito Edivaldo no Centro de São Luís”, destacou. O secretário Articulação Política, Jota Pinto, também acompanhou a assinatura.

Além das reformas das praças da Saudade e Misericórdia, o macroprograma de revitalização do Centro Histórico de São Luís inclui as já concluídas reformas do Complexo Deodoro, com as Praças do Panteon e Deodoro, da Praça Pedro II e da Rua Grande (feitas pelo IPHAN em parceria com a Prefeitura); a criação do Museu da Gastronomia e do Centro de Capacitação em Culinária Típica; a requalificação da Praça do Pescador, bem como a execução de programas culturais como o Reviva Centro. No pacote de investimentos, além das praças e demais logradouros já entregues estão inseridas novas obras em locais como a Fonte do Bispo, a Praça João Lisboa e o Largo do Carmo.

Perspectiva da Praça da Saudade

DIA DO PATRIMÔNIO MUNICIPAL

Com cerca de quatro mil imóveis construídos nos séculos XVIII e XIX, o Centro Histórico da capital maranhense agrega um dos mais ricos acervos arquitetônicos do mundo datados do período colonial, com casario, becos, escadarias, ruelas e outros detalhes singulares. Estas características conferiram a São Luís o título de Patrimônio da Humanidade, considerando a representatividade de todos esses aspectos para a memória e a história da humanidade.

O título de Patrimônio da Humanidade à São Luís foi concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) em 6 dezembro de 1997. Desde dezembro de 2005, de acordo com a Lei nº 4563, a cidade comemora esta data como o Dia Municipal do Patrimônio Histórico. 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem