agencia

Notícias

Segunda-feira, 10/02/2020 - 09h07

Investimentos do prefeito Edivaldo fortalecem política de gestão de resíduos sólidos e coleta seletiva em São Luís 

Sob a gestão do prefeito Edivaldo São Luís tem avançado no objetivo de ser referência em coleta e tratamento dos resíduos sólidos com ações que incluem educação ambiental, Ecopontos e construção de galpões de triagem

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Investimentos do prefeito Edivaldo fortalecem política de gestão de resíduos sólidos e coleta seletiva em São LuísA Prefeitura de São Luís segue com os investimentos e o desenvolvimento de ações para consolidar a política de gestão de resíduos sólidos implantada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. Ao longo dos últimos anos, a cidade de São Luís tem avançado no objetivo de ser referência em coleta e tratamento dos resíduos sólidos. Entre as ações desenvolvidas, estão a implantação de 17 Ecopontos e da coleta seletiva, a construção de dois galpões de triagem e o trabalho permanente realizado com a população na área da educação ambiental.

“A partir dos investimento feitos no setor, hoje, São Luís apresenta um cenário positivo nesta área, depois de um trabalho marcado por ações como o fechamento do Aterro da Ribeira, a implantação dos Ecopontos, o fortalecimento das ações educativas para coibir o descarte irregular, entre outras iniciativas que contribuíram para os avanços que conquistamos nos últimos anos dentro da política de gestão dos resíduos sólidos”, destaca o prefeito Edivaldo.

Uma das ações mais expressivas da gestão do prefeito Edivaldo na área da Gestão dos Resíduos Sólidos diz respeito ao fechamento do Aterro da Ribeira e implantação de  Ecopontos em áreas estratégicas da cidade - atualmente 17 estão em pleno funcionamento. Com os equipamentos, a gestão tem conseguido eliminar pontos de descarte irregular pela cidade, além de incentivar a população a realizar a entrega voluntária de materiais recicláveis e resíduos volumosos.

Além dos 17 equipamentos em funcionamento, a Prefeitura finalizou a construção de mais três Ecopontos no Cohaserma, no Centro e na Vila Isabel, que aguardam finalização da vistoria técnica para serem entregues.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, ressalta os investimentos do prefeito Edivaldo para o fortalecimento da Gestão dos Resíduos Sólidos na cidade. “Desde o início do mandato, o prefeito Edivaldo tem tratado com muita seriedade a questão da limpeza urbana. Por conta desse trabalho, muitos avanços e resultados positivos já foram conquistados e hoje São Luís é uma cidade que, na Gestão dos Resíduos Sólidos, tem destaque significativo”, diz a presidente.

GALPÕES DE TRIAGEM

Anexados aos Ecopontos do Centro e da Vila Isabel, funcionarão também dois galpões de triagem, que estão passando por adequações finais para que possam entrar em pleno funcionamento. Os galpões, que terão instalações físicas e maquinário necessário, serão entregues a cooperativas que recebem material reciclável, fortalecendo o papel destas associações e gerando emprego e renda aos trabalhadores. Juntos, os galpões vão permitir o processamento de até 150 mil quilos de materiais recicláveis por mês

Após a entrega dos galpões, os cooperados receberão treinamento durante os primeiros 12 meses e acompanhamento do serviço para garantir a devida adaptação dos catadores às novas instalações e rotina de trabalho. O galpão do Ecoponto Centro será cedido à Associação de Catadores de Material Reciclável (Ascamar) e o do Ecoponto Vila Isabel será cedido à Cooperativa de Reciclagem de São Luís (COOPRESL).

Membro da Associação de Catadores de Material Reciclável (Ascamar), Maria José Nascimento, confirma que as ações têm ajudado as cooperativas e associações. “A gente dá graças a Deus por esse trabalho, principalmente pelos Ecopontos que têm facilitado muito a nossa vida. Muitas instituições vendem o material que a gente tem acesso gratuitamente nos Ecopontos. Estamos na expectativa dos galpões, vamos aguardar para ver como o espaço vai ajudar”, conta Maria José.

ECOPONTOS

Implantados desde 2016, os Ecopontos são uma política importante da gestão de resíduos sólidos em São Luís porque integram diversas ações. A principal delas é garantir à população um espaço adequado para a destinação ambientalmente adequada de todos os resíduos que podem ser reciclados ou reutilizados, incentivando a reciclagem e atitudes sustentáveis. Por meio dos Ecopontos, São Luís faz parte do grupo de 7% das cidades brasileiras que têm políticas efetivas de encaminhamento para a reciclagem dos resíduos gerados pela população.

Entre as áreas contempladas com um Ecoponto estão Parque Amazonas, Angelim, Bequimão, Habitacional Turu, Jardim América, Jardim Renascença, Residencial Esperança, Cidade Operária - Unidade 101, São Francisco, Anil, São Raimundo, Cidade Operária - Unidade 205, Itapiracó, Sacavém, Parque dos Nobres, Barreto e Primavera.

Os Ecopontos funcionam de segunda-feira à sábado, das 7h às 19h, e recebem materiais eletrônicos, como televisão, monitores, celular, impressoras, mouses, teclados; resíduos de construção civil, como tijolos, telhas, gessos; além de madeiras, óleo de cozinha, pneus, podas de árvore e resto de capina, plástico, papel, isopor, metais, vidros, móveis, sofás, colchão. Mais informações sobre os Ecopontos e a coleta seletiva podem ser obtidas na Central de Atendimento do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, através do telefone 0800 098 1636.

COLETA SELETIVA

A gestão do prefeito Edivaldo implantou também a coleta seletiva na cidade. Além de incentivar a entrega voluntária dos materiais recicláveis nos Ecopontos, a Prefeitura realiza uma rota feita sob programação elaborada semanalmente. A partir do contato dos geradores, que são geralmente lojas e grandes empresas, a Prefeitura elabora uma rota para recolhimento dos materiais separados. Tudo que é recolhido é encaminhado para as associações e cooperativas, fortalecendo mais uma vez o papel daqueles que trabalham com a reciclagem.

RESULTADOS

Como resultado dos investimentos da gestão do prefeito Edivaldo na área, São Luís ocupa o primeiro lugar no ranking das capitais do Nordeste que mais reciclam o lixo coletado. Os dados constam no último levantamento divulgado pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Em 2013, a Taxa de Recuperação de Recicláveis de São Luís, conforme o SNIS, era de 0,12%. Em 2017, ano de referência do último SNIS, este índice já era 2,34%. Este crescimento foi impulsionado pela implantação dos Ecopontos a partir de 2016. Em 2017, a cidade encerrou o ano com oito Ecopontos em funcionamento. Atualmente, já são 17 equipamentos do tipo em operação e mais três em obras. A meta é totalizar 30 Ecopontos até o fim de 2020.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportaqem