agencia

Notícias

Atualizado em 20/11/2014 às 16h24

Prefeitura divulga lista dos selecionados ao V Salão de Artes

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Evento tem como um dos objetivos se consolidar como uma vitrine para a arte contemporânea brasileiraA Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), divulgou nesta quarta-feira (12) a lista das obras selecionadas para o V Salão de Artes de São Luís. O evento tem por objetivo estimular a produção contemporânea na área das artes visuais e suas diferentes linguagens entre os artistas brasileiros, com produção no Maranhão, ou estrangeiros residentes no estado há pelo menos um ano.

"O prefeito Edivaldo compreende que a continuidade do Salão de Artes Visuais representa a manutenção de um espaço vital para a expressão artística, não apenas sob o ponto de vista da premiação, mas também pelo fato de ser uma vitrine para que a arte maranhense atinja o público de maneira ampliada. Além disso, funciona como espaço no qual os artistas entram em contato com a mais recente produção de seus pares, estabelecendo critérios comparativos que servirão para que cada participante aprenda, ensine e cresça esteticamente", declarou o presidente da Func, Francisco Gonçalves.

Foram selecionadas obras de 35 artistas, de um total de 80 concorrentes com 144 obras para a exposição deste ano. Os trabalhos selecionados incluem fotografias, desenhos, instalações, pinturas, assemblages, videoarte, performances, entre outros, que vão compor a diversidade de linguagens da exposição do V Salão de Artes, que poderá ser conferida a partir do dia 12 de dezembro na Galeria Trapiche Santo Ângelo.

Para selecionar as obras foi composta uma comissão de profissionais de reconhecida competência no campo das Artes Visuais. Entre os integrantes da comissão está o curador do evento Carlos Sena Passos e o artista Murilo Godoy. Carlos Sena Passos afirmou que a atual produção maranhense nas artes visuais tem se revelado com maior qualidade e refinamento, em diálogo com a produção nacional mais contemporânea.

"Detectamos um processo de produção local que busca se afinar com as questões que perpassam o campo da arte contemporânea brasileira; o declínio das linguagens tradicionais em função do experimentalismo que saudavelmente permite a busca por novos espaços, técnicas, meios e procedimentos artísticos que superem a exploração dos limites das categorias. A seleção priorizou aqueles que revelaram maior densidade conceitual, refinamento poético e propriedade na realização formal do trabalho", afirmou o curador.

O novo modelo de organização do evento tem a perspectiva mais ampla e ousada de tornar o Salão uma vitrine nacional para que circulem em São Luís produções artísticas inovadoras e conceituais. Para isso, foi priorizada a avaliação técnica das obras com a formação de uma comissão específica para a seleção dos trabalhos e outra para a escolha dos trabalhos que serão premiadas.

"Existe um enfoque que vem sendo colocado em prática por nossa gestão, que visa priorizar a qualidade conceitual, técnica e artística do Salão; estamos antenados com as propostas atuais e de legitimidade histórica, contemporânea, apresentadas ao evento, por isso escolhemos comissões julgadoras com alta qualidade técnica, que avaliam a obra apresentada, independente do nome ou da vivência do artista concorrente, de acordo com sua ousadia estética e competência artística", destacou o coordenador da Galeria Trapiche, Paulo Melo Sousa.

A obra vencedora receberá o prêmio máximo de R$ 15 mil reais. Serão premiadas também mais cinco obras no valor de R$ 7 mil reais e a obra escolhida pelo júri popular receberá prêmio no valor de R$ 6 mil reais. O Salão de Artes será realizado no período de 12 de dezembro a 30 de abril de 2015, na Galeria Trapiche Santo Ângelo, com visitação gratuita.