agencia

Notícias

Domingo, 22/03/2020 - 17h46

Prefeitura amplia para 118 o número de salas de vacinação contra H1N1 em São Luís

Serão utilizados os postos da rede de saúde, escolas e também farmácias e instituições sociais; medida visa prevenir aglomeração das pessoas que são o público-alvo desta primeira etapa da campanha - idosos, crianças maiores de seis meses e menores de seis anos e profissionais da saúde

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura amplia para 118 o número de salas de vacinação contra H1N1 em São Luís

Em medida para conter aglomeração de pessoas nos postos durante a campanha de vacinação contra a gripe Influenza A (H1N1), o prefeito Edivaldo Holanda Junior ampliou a quantidade de locais de vacinação. O público-alvo da campanha terá à sua disposição 118 salas distribuídas em 76 postos de vacinação montados em unidades de saúde da rede municipal e estadual, escolas, farmácias e entidades parceiras. Também foram definidas medidas para pessoas com dificuldade de locomoção e em condomínios. A campanha de vacinação começa nesta segunda-feira (23) e neste primeiro momento o público-alvo é idosos, crianças maiores de seis meses e menores de seis anos e profissionais da saúde. O encerramento está previsto para 22 de maio.

Além dos postos de saúde da capital maranhense, a campanha também acontecerá em seis unidades de ensino da cidade já a partir de segunda-feira (23). A partir da terça-feira (24) mais cinco instituições de ensino também terão locais para a imunização. Também serão montados postos volantes em farmácias que começam a funcionar na segunda-feira (23).

Doze unidades de saúde da rede municipal atenderão em horários extras, incluindo aos sábados, das 7h ao meio-dia. A lista com todos os postos de vacinação bem como das unidades de saúde com atendimento estendido está nos canais oficiais da Prefeitura de São Luís nas redes sociais.

O prefeito Edivaldo destacou que estas medidas são importantes, pois a forma de contágio da H1N1 e do novo coronavírus (Covid-19) são as mesmas. “Tanto a H1N1 quanto o novo coronavírus são transmitidos por meio do contato pessoal, por isso, evitar a aglomeração é fundamental para prevenir ao máximo o surgimento de novos casos das duas doenças. Por isso, estamos tomando às medidas necessárias para garantir a vacinação do público-alvo da campanha contra o H1N1, considerando também que todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus sejam tomadas. A campanha segue até maio, por tanto, peço à população que evite superlotar os postos de vacinação nestes primeiros dias”, disse. 

Para o secretário Municipal de Saúde de São Luís, Lula Fylho, toda a mobilização e execução de estratégias são necessárias para o controle da Influenza A e H1N1 na capital. “Obedecendo à orientação do Ministério da Saúde e com base em estudo de nossa equipe técnica, realizaremos esta grande mobilização que, sem dúvida, deixará nossa população ainda mais protegida”, enfatizou.

ATENDIMENTO EM ESCOLAS

A Prefeitura ressalta ainda que as unidades de ensino estarão disponibilizadas para a campanha de imunização atenderão das 8h às 17h. A partir de segunda-feira (23), serão ofertadas vacinas nas seguintes unidades de ensino: Escola Comunitária João de Deus (na avenida Tales Neto, no bairro), Centro de Ensino Médio Vila Luizão (na rua do Canavial, 100, Vila Luizão), Colégio Militar (na Rua do Arame, Vila Palmeira), Creche Maria de Jesus Carvalho (na Avenida Camboa), Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA do Centro Histórico), UEB Alberto Pinheiro (no Centro).

Já a partir de terça-feira (24), começarão a ser aplicadas as doses nas seguintes unidades: UEB Felipe Conduru (na avenida Guajajaras, no São Cristóvão), UEB Maria Alice Coutinho (na avenida São Luís Rei de França, Turu), Unidade de Ensino Menino Jesus de Praga (na Rua 2, Quadra 10, Planalto Vinhais II), UEB Rosália Freire (na Avenida dos Portugueses, na Vila Isabel) e UEB Tancredo Neves (na Unidade 201, avenida Este 203, Cidade Operária).

PONTOS EXTRAS

Além das escolas, também haverá equipes de vacinadores na APAE (no Filipinho), no Hospital Aquiles Lisboa (no Bonfim), na Maternidade de Alta Complexidade (na Cohab), no Materno Infantil (este para atendimento específico a funcionários e acompanhantes) e nas farmácias Pague Menos do Anil e do João Paulo, a partir desta segunda-feira (das 7h às 17h).

Além das unidades de ensino e farmácias, postos de saúde da capital montarão estrutura a partir desta segunda-feira (23), das 7h às 18h, em todos os distritos da cidade (Centro, Itaqui-Bacanga, Coroadinho, Cohab, Bequimão, Tirirical e Vila Esperança). 

Para ampliar a estratégia, 10 unidades da rede funcionarão de segunda à sexta, das 7h às 18h, e aos sábados, das 7h ao meio-dia. São estas: PSF do São Francisco, C.S. Vila Bacanga, C.S Genésio Ramos Filho C.S Cohab – Anil, C.S Turu, PSF Dr. Antônio Carlos S. Reis I na Cidade Olímpica I, PSF Fabiciana Moraes no Habitacional Nice Lobão, C. S. São Raimundo, C.S Clodomir Pinheiro Costa e C.S. Vila Nova.

PÚBLICO-ALVO

A primeira fase da campanha, que começa nesta segunda-feira e segue até o próximo mês, é voltada para idosos acima de 60 anos, crianças maiores de seis meses e menores de seis anos e profissionais de saúde. Idosos, nas unidades de saúde e nos postos volantes, terão prioridade no atendimento e, em alguns postos de saúde fixos, salas específicas para atendimento a este público serão montadas.

Foram montadas ainda equipes exclusivas para vacinação de acamados e pessoas com dificuldade de locomoção, que não podem ir aos postos. Para ter acesso ao serviço, basta o usuário entrar em contato previamente pelo telefone (98) 99135-9332 (do setor de Imunização). O horário de atendimento por telefone será das 8h às 11h e das 14h às 16h, de segunda a quinta-feira. E das 8h às 11h nas sextas-feiras. Assim que for marcada a visita da equipe técnica da imunização, o paciente ou responsável legal deve aguardar por até 24 horas. 

A Prefeitura também disponibilizou canal, via e-mail, para que condomínios façam o agendamento para vacinação. Foram criadas equipes de vacinação que irão a esses locais.  Para fazer o agendamento basta enviar e-mail para influenza2020.semus.slz@gmail.com.

MAIS

AGENDAMENTO EM CONDOMÍNIOS:

E-mail: influenza2020.semus.slz@gmail.com

Informar: O nome do condomínio, endereço, quantidade de casas ou apartamentos.

 

AGENDAMENTO DE PESSOAS ACAMADAS OU COM DIFICULDADE DE LOCOMOÇÃO:

Entrar em contato pelo telefone (98) 99135-9332 (do setor de Imunização) das 8h às 11h e das 14h às 16h, de segunda a quinta-feira, e das 8h às 11h, às sextas-feiras.