agencia

Notícias

Terça-feira, 24/03/2020 - 17h27

Prefeitura de São Luís alinha com Ministério da Saúde envio de novas doses de vacina contra Influenza/H1N1

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís alinha com Ministério da Saúde envio de novas doses de vacina contra Influenza/H1N1A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), mantém contato direto com o Ministério da Saúde (MS), por meio do ministro Luiz Henrique Mandetta, para o envio de novas doses para o controle da influenza A, incluindo o H1N1, na capital maranhense. A campanha foi suspensa após a grande procura no primeiro dia de imunização, na segunda-feira (23). De acordo com cálculos do setor de imunização da pasta municipal, mais de 74 mil doses foram aplicadas. 

Segundo o titular da Semus, Lula Fylho, durante audiência feita por vídeo e organizada nesta terça-feira (24) pela Câmara de Vereadores de São Luís, a pasta federal se comprometeu a encaminhar as vacinas o quanto antes para a cidade. Nesta primeira fase da campanha o público-alvo é profissionais de saúde, idosos acima de 60 anos de idade e crianças de seis meses a menores de seis anos de idade. Ao todo, a campanha está dividida em três fases e termina no dia 22 de maio. 

Ainda com base em cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde, a segunda etapa da campanha contra a influenza (que engloba profissionais das forças de segurança e portadores de doenças crônicas não transmissíveis) começará no dia 16 de abril. Por fim, a terceira fase da campanha, que inclui puérperas, gestantes, povos indígenas, adolescentes de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência está prevista para ocorrer dia 9 de maio.

Todas estas datas, devido à suspensão da vacina na capital, poderão ser revistas. Prevista preliminarmente para abril, a campanha contra a influenza foi antecipada pelo MS no fim do mês passado. A antecipação foi mantida após o registro dos primeiros casos da Covid-19.

PROTEÇÃO

A Prefeitura de São Luís adquirirá, nos próximos dias, novos lotes de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde que atuam no controle da Covid-19. Serão adquiridos (por compra ou doações) jalecos, macacões, lotes de máscaras e respiradores. Os materiais deverão ser distribuídos a partir de amanhã.

Além disso, a capital maranhense encaminhou nesta terça-feira (24) documento para as autoridades de Wuhan (CHI), primeiro epicentro da doença no mundo e que decretou o fim da quarenta a seus moradores. O objetivo das autoridades de saúde ludovicenses é entender de que forma as autoridades locais combateram a doença.

DOSES

A vacinação às pessoas acamadas e aos profissionais de saúde não foi interrompida. Nesta terça-feira (24), profissionais dos Socorrões I e II foram imunizados. Na quarta (25) será a vez de profissionais de saúde do Hospital da Criança.

A imunização aos acamados em específico é feita por equipes do setor específico da Semus, que se dirige até as residências ou os imóveis de moradia dos pacientes e adota todas as medidas de precaução contra a Covid-19.

Assim que for marcada a visita da equipe técnica da imunização, o paciente ou responsável legal deve aguardar por até 24 horas.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem