agencia

Notícias

Segunda-feira, 06/04/2020 - 14h08

Prefeitura de São Luís adia cobrança do IPTU 2020 que deverá ser lançado somente em junho

Data poderá ser postergada devido à pandemia do novo coronavírus; contribuintes poderão acessar as informações sobre o imposto no portal da Semfaz

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeito Edivaldo adia cobrança do IPTU 2020 que deverá ser lançado somente em junhoCom a atual crise na saúde, causada pelo novo coronavírus (Covid-19), que afeta também a área econômica e financeira, o prefeito Edivaldo Holanda Junior, anunciou que a Prefeitura de São Luís irá adiar a cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU – 2020). Anteriormente, o imposto seria lançando em meados de abril, com vencimento da primeira parcela e da cota única para o mês de maio.

"Diante da pandemia que assola o mundo e das dificuldades econômicas e financeiras advindas disto, nossa gestão tem implementado diversas ações no sentido não só de combater o vírus, mas também suas consequências nos aspectos da saúde e das finanças das famílias. Desta forma, resolvemos adiar o lançamento da cobrança do IPTU", disse o prefeito Edivaldo. 

Com a mudança, até o momento, a previsão é de que o imposto seja lançado no sistema no mês de junho e o vencimento da primeira parcela ou da cota única, será dia 8 de julho. Os contribuintes poderão efetuar o pagamento a vista, com desconto de até 15%, ou parcelar em até seis vezes. A gestão está organizando todos os setores, desde a área da saúde, assim como a educação e, principalmente, a financeira para que o município possa enfrentar a crise financeira, aliada a crise na saúde sem muitas dificuldades.

De responsabilidade da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), o IPTU 2020 já estava sendo organizado pela equipe responsável para estar disponível no sistema para os contribuintes no dia 17 de abril.

Segundo o titular da Fazenda, Delcio Rodrigues, a medida foi necessária diante da atual situação vivenciada em todo o país. “O prefeito Edivaldo está fazendo o possível nesse momento delicado. O coronavírus fez surgir muitas crises e a municipalidade está tendo de se reinventar para que não sofra muito. O novo calendário de lançamento e parcelamento está sendo reorganizado. Ainda não sabemos quanto tempo essa crise na saúde irá durar e estamos reunindo esforços em todas as áreas para combater a doença e suas consequências nas demais áreas”, afirmou Delcio Rodrigues. 

Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória entre outras capitais e demais municípios optaram pelo adiamento da cobrança do IPTU ou pela não cobrança de juros e multas das parcelas já vencidas. O país todo está unido forças para ajudar o cidadão que também sofre com as consequências do novo coronavírus.

Assim como em 2019, o IPTU será digital. Disponível no site da Semfaz, no endereço eletrônico www.semfaz.saoluis.ma.gov.br, o contribuinte só precisa ter em mãos a inscrição imobiliária ou o CPF do proprietário do imóvel, para acessar o boleto para pagamento do imposto pelo celular, tablet, computador ou nos postos de atendimento do órgão.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem