agencia

Notícias

Sexta-feira, 22/05/2020 - 09h29

Prefeitura de São Luís mantém unidades de saúde exclusivas para atender pacientes com sintomas de síndromes gripais e respiratórias leves

São 12 unidades exclusivas para o atendimento; com a medida, o prefeito Edivaldo reforça a rede municipal de saúde e visa evitar o contato desses pacientes com outros que buscam as unidade de saúde do município em razão de outros problemas de saúde

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Genésio Ramos Filho é uma das unidades para atendimento exclusivo a síndromes gripais, respiratórias e Covid-19Para a ampliar a rede municipal de atendimento em saúde durante a pandemia da Covid-19, a Prefeitura de São Luís destinou unidades de saúde exclusivas para pessoas que apresentem sintomas leves de síndromes respiratórias e gripais. São 12 unidades básicas de saúde, que funcionam de segunda-feira a sábado e o Hospital da Criança, para atendimento exclusivo de pacientes infantis, facilitando o acesso ao serviço. Nestas unidades, os pacientes têm acesso a consultas, medicamentos e, se necessário, recebem encaminhamento para exames e atendimento de maior complexidade nas unidades de referência.

O objetivo de montar uma rede de saúde exclusiva para atendimento a pacientes com sintomas leves de síndromes respiratórias e gripais é evitar o contato desses pacientes com os pacientes que procuram a rede municipal de saúde em razão de outros problemas de saúde. Medida, que segue orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, visa evitar o surgimento de novos casos de síndromes gripais e respiratórias em um momento em que a demanda por este tipo de tratamento já está elevado por causa da pandemia do novo coronavírus, a Covid-19.

As 12 unidades básicas de saúde atendem, exclusivamente, casos leves de síndromes respiratórias e gripais que apresentem sintomas como febre e dores no corpo. O atendimento é das 7h às 18h, de segunda-feira a sexta-feira, e aos sábados, das 7h ao meio-dia. Além de consultas, caso seja necessário, os pacientes serão encaminhados para exames mais complexos, como tomografia, que será feito em unidades da própria rede municipal. Nestas unidades, serão feitos ainda aplicação de medicação injetável e hidratação com soro.

Após o atendimento presencial, o paciente continuará sendo acompanhado por meio do serviço de telemonitoramento pelo qual o médico poderá acompanhar a evolução do seu quadro clínico.

No Hospital da Criança foi destinada uma ala exclusiva para o atendimento de pacientes infantis que apresentem sintomas leves de síndromes respiratórias e gripais, incluindo os compatíveis com a Covid-19.

Para facilitar o acesso dos moradores da zona rural a este tipo de atendimento a Unidade de Pronto Atendimento 24 horas da Zona Rural foi reestruturada e agora recebe apenas pacientes que também apresentem estes sintomas.

Lista das unidades básicas de saúde para atendimento a casos leves de síndromes respiratórias:

- CS José Carlos Macieira - Avenida dos Africanos, s/nº – Sacavém

- CS Fabiciana de Moraes - Rua 06, Apaco, São Cristóvão

- CS Genésio Ramos Filho - Rua Padre Vieira, s/nº, Cohab Anil IV

- CS Laura Vasconcelos - BR-135, KM, 23, Estiva)

- CS Liberdade - Rua Machado de Assis, s/nº, Liberdade

- CS São Raimundo - Av. José Sarney, s/nº, Vila Mauro Fecury II

- CS Turu - Avenida 07, s/nº, Conj. Habitacional Turu

- CS Vila Bacanga (Embrião) - Av. dos Portugueses, s/nº, Bacanga

- UBS Cintra - Rua da Companhia, nº 01, Anil

- USF Cidade Olímpica I - Antônio Carlos Reis- Av. 04, Qd. 36, Casa 11 – Cidade Olímpica

- USF São Francisco - Rua das Paparaubas, Qd. 13, Lote 31, São Francisco

- USF Vila Sarney -  BR-135, KM, 06,  Rua Cantinho do Céu, nº 06, Vila Sarney

Horário de atendimento

De segunda-feira à sexta-feira: das 7h às 18h

Sábado: das 7h ao meio-dia

Atendimento infantil:

- Hospital Dr. Odorico Amaral de Matos - Av. dos Franceses, nº 113, Alemanha

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem