agencia

Notícias

Terça-feira, 23/06/2020 - 14h23

Equipe do Socorrão I da Prefeitura de São Luís realizam com sucesso cirurgia para a correção estrutural da coluna de paciente.

Cirurgia complexa é reconhecida pelo pelo Ministério da Saúde e consiste na correção estrutural da coluna sem a necessidade de perfuração mais profunda, o que otimiza o tempo de recuperação do paciente

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

O Hospital Djalma Marques (Socorrão I), da rede de saúde da Prefeitura de São Luís e administrado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), realizou com sucesso na manhã desta terça-feira (23), procedimento cirúrgico considerado complexo para a correção estrutural da coluna de paciente. Profissionais neurocirurgiões da rede municipal corrigiram uma hérnia discal lombar por via endoscópica, ou seja, sem a necessidade de perfuração mais profunda corporal, otimizando o tempo de recuperação. 

O procedimento – credenciado atualmente no grupo dos serviços considerados elaborados em neurocirurgia do Ministério da Saúde (MS) - é um serviço que integrava a lista das cirurgias do Hospital da Mulher (HM) antes da pandemia da Covid-19. No entanto, devido à disponibilidade da estrutura do HM para o tratamento de pacientes com coronavírus desde abril deste ano, a estrutura neurocirúrgica da unidade foi transferida para o Socorrão I, que conta com centro cirúrgico próprio para outros procedimentos. 

O encaminhamento da cirurgia para o Socorrão I não comprometeu os demais serviços normalmente ofertados pela unidade. Após a cirurgia inédita no hospital, que durou aproximadamente duas horas, a paciente foi encaminhada para o setor de recuperação. 

A expectativa é que, após regeneração com sessões fisioterápicas, a paciente esteja habilitada a receber alta após 48 horas. Em seguida, a recuperação será domiciliar, mediante acompanhamento de equipe médica do próprio Socorrão I.

Para o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho, a oferta deste serviço reforça a importância da rede pública. “É necessário sempre qualificar nossa estrutura para atendimento à população. Com este procedimento, a gestão pública municipal moderniza sua demanda de serviços e dá ainda mais conforto à população”, disse.

Por determinação da administração da pasta, o serviço permanecerá sendo ofertado pelo Socorrão I até a duração da pandemia na cidade. Em seguida, a cirurgia será novamente disponibilizada nos casos necessários no Hospital da Mulher.