agencia

Notícias

Atualizado em 14/01/2015 às 16h26

Prefeitura e Governo do Estado lacram casarões no Centro Histórico

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A Prefeitura de São Luís, em parceria com o Governo do Estado, começou nesta quarta-feira (14) a lacrar todos os casarões invadidos por usuários de crack, no Centro Histórico da capital. A ação, que contou com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), é parte do pacote de serviços que estão sendo executados conjuntamente entre os dois poderes executivos, visando à revitalização do Centro Histórico, ao aumento do fluxo de visitações na área e à promoção do turismo local.

Na manhã desta quarta-feira, cerca de 10 prédios invadidos na área do Desterro tiveram os acessos vedados por tijolos, para impossibilitar o uso como esconderijos e pontos de consumo de drogas. "O objetivo do prefeito Edivaldo, com essas ações, é tornar o Centro Histórico mais seguro, revitalizado e aprazível à visitação turística, bem como ao fomento do comércio e os moradores do local, como também prevê a parceria celebrada com o Governo do Estado", disse o titular da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), Breno Galdino.

O trabalho para lacrar os casarões conta também com o apoio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). A ação desta quarta-feira contemplou prédios invadidos da área do Desterro, como Rua da Palma, Rua da Saúde, Rua Afonso Pena, entre outras. Nesta quinta-feira (15), a ação prosseguirá na área da antiga fábrica de Sabão Oleama, também invadida por usuários de drogas.

A triagem para identificar os ocupantes que são apenas usuários e os que tenham problemas com a Justiça está sendo feita pela Policia Militar. Paralelamente ao lacre dos casarões, estão sendo desenvolvidas ações sociais e de saúde com as pessoas que viviam nesses prédios abandonados. Os ocupantes da área estão sendo encaminhados às instituições de apoio a dependentes químicos mantidas pelo Município, onde terão atendimento psicológico e de desintoxicação. A ação é desenvolvida por meio do programa "Crack: é Possível Vencer", que presta assistência à população de rua e atendimento aos usuários da droga.

OUTRAS MEDIDAS

Também compõem o processo de revitalização do Centro Histórico o trabalho de limpeza e lavagem das ruas e escadarias, varrição e coleta, manutenção da iluminação pública, poda de árvores, restauração do calçamento e reforço da segurança no local, por meio da realização de operações ostensivas e aumento do efetivo policial em toda a área do Centro Histórico.

Segundo o secretário municipal de Governo, Lula Fylho, as ações mais emergenciais para revitalização do Centro Histórico de São Luís foram levantadas e mapeadas a partir de visitações realizadas ao local pelo prefeito Edivaldo e pelo governador Flávio Dino, em dois momentos distintos, quando iniciaram as tratativas para a consolidação da parceria entre Prefeitura e Governo do Estado.

"São alternativas viáveis e que trarão um resultado imediato na melhoria de toda a área. O que queremos é devolver à população um Centro Histórico revitalizado, para aumentarmos de forma significativa o fluxo turístico no local", disse Lula Fylho.